Palmas
28º
Araguaína
27º
Gurupi
27º
Porto Nacional
27º
CONFUSÃO EM ARAGUAÍNA

Morador que atirou no carro de vizinho em condomínio de luxo é Policial Civil

20 fevereiro 2024 - 08h45Por Da Redação

Uma briga entre moradores de um condomínio de luxo em Araguaína quase termina em tragédia nesta segunda-feira (19). Um dos envolvidos é Policial Civil. 

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

O vídeo da confusão que circula nas redes sociais mostra o momento em que um homem de 44 anos caminha em direção a uma caminhonete Hilux, já com uma arma de fogo na mão e atira primeiramente contra o pneu do veículo, quando o motorista tenta sair em marcha a ré, o autor armado se aproxima da janela e dispara outro tiro, dessa vez no vidro e dá ordens para o motorista descer do veículo.

Nesse momento, o homem que está filmando a cena grita para o atirador parar: “ei, parou! Calma, calma, guarda esse negócio aí” mas o atirador continua intimidando o motorista dentro do carro e dizendo: "Desce! Não brinca comigo não”, diz.

O 190 foi acionado e mobilizou várias viatuas para o local da confusão que segundo a PM, teria sido ocorrido após uma suposta "fechada no trânsito". Irado o atirador seguiu o condutor da caminhonete pelas ruas do condomínio para tomar satisfação. 

Relato da vítima 

À polícia, a vítima de 42 anos que estava acompanhado de uma mulher de 39 anos, contou que  trafegava a 30 km/h, que é a velocidade máxima permitida dentro das vias do condomínio, até a sua residência, porém, o suspeito, que também é morador do condomínio, tentou ultrapassar o carro da vítima pelo lado direito, como não conseguiu, começou a buzinar para a vítima sair da frente, momento também que a vítima afirma que buzinou em resposta ao suspeito. Ainda conforme a vítima, o suspeito começou a seguir o seu veículo. Com receio de parar em frente a casa onde reside, a vítima seguiu adiante até uma rotatória de retorno de uma via de única saída, momento em que o suspeito atravessou o veículo na via impossibilitando o retorno da vítima.

A mulher que estava com a vítima, entrou em contato com os seguranças do condomínio, que imediatamente compareceram ao local e solicitaram que o suspeito retirasse o veículo e desse passagem à vítima, porém, o suspeito se negou.

Foi então que a vítima manobrou o veículo por uma área de terreno baldio e conseguiu chegar em frente à sua casa, no entanto, o suspeito foi ao encontro da vítima, desceu do veículo e efetuou um disparo contra o pneu dianteiro esquerdo e logo após um outro disparo no vidro do motorista, o que ocasionou alguns ferimentos no braço direito do motorista devido aos estilhaços.

Após efetuar os disparos, o suspeito fugiu do condomínio. O SAMU foi acionado e prestou atendimento à vítima no local.

Autor Identificado

A perícia foi acionada, compareceu e realizou seus trabalhos. A polícia militar empreendeu diligências dentro e fora das dependências do condomínio a fim de localizar o suspeito e após um período do ocorrido, o suspeito retornou em outro veículo ao condomínio, momento em que foi localizado pelos policiais. O autor afirmou que já havia se apresentado espontaneamente na Delegacia da Polícia de Araguaína, porém, não mostrou nenhum documento que comprovasse a veracidade do fato. 

Diante dos fatos, o suspeito, a vítima e a testemunha foram conduzidas para a Delegacia da Polícia Civil de Araguaína, onde, a autoridade policial informou que o suspeito já havia se apresentado espontaneamente após o fato, sendo registrado um Boletim de Ocorrência por crime de dano e o suspeito foi liberado.

Ainda de acordo com a PM, o autor é Polícia Civil do Distrito Federal mas não teve o nome divulgado. A arma utilizada na prática do crime foi entregue por ele à Polícia Civil.

O Portal O Norte procurou a Secretaria se Segurança Pública para mais esclarecimentos sobre o caso.