Palmas
29º
Araguaína
28º
Gurupi
27º
Porto Nacional
27º
PERIGO NO AR

Mulher leva 16 pontos no rosto após ser atingida por linha de pipa com cerol

16 junho 2022 - 14h24Por G1 Tocantins

A aposentada Maria do Rosário Paulino Carvalho, de 57 anos, levou 16 pontos após ser atingida por uma linha de pipa com cerol nos olhos e nariz. O acidente aconteceu enquanto ela trafegava de moto pela Avenida Tocantins, em Taquaralto, região sul de Palmas.

Ela conta que percebeu quando algo passou por dentro do capacete, mas não imaginou a gravidade dos ferimentos.

"Eu deixo a moto na pista e vou caminhar. Mas quando passei, a viseira estava um pouco aberta, e senti a linha passar pelo meu rosto. Não consegui parar na hora, mas quando parei e tirei o capacete, meu rosto estava ensanguentado", disse.

O acidente foi na segunda-feira (13), por volta das 17h30, quando a aposentada estava indo fazer uma caminhada na avenida com a irmã Deusina Paulino Feitosa, que também é aposentada e tem 82 anos. A idosa não se feriu.

Quem passou pelo local no momento até tentou ajudar a aposentada, que temia que a linha tivesse atingido seu olho. Maria do Rosário disse que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e o Corpo de Bombeiros chegaram a ser acionados, mas não foram atender a ocorrência e ela foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento Norte (UPA Norte) por duas pessoas.

"Um rapaz que estava ao meu lado ficou apavorado e pegou uma camiseta para pressionar no meu rosto. Eu sentei no meio fio e chegou um casal que me levou para a UPA. Fui atendida e levei 16 pontos no rosto. Minha sorte foi que a viseira estava aberta. Se tivesse fechada, a linha tinha cortado meu pescoço. Foi um susto muito grande", relata Maria do Rosário.

Aliviada por não ter sido um acidente mais grave, a aposentada ainda comentou que também se preocupou com a irmã idosa, que estava na garupa. "É um perigo. Essa linha de cerol é muito perigosa porque é vidro com cola que passam no fio".

O g1 questionou a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) para saber por que a mulher não foi socorrida, e a pasta informou que no momento em que o médico estava conversando com a pessoa que acionou o Samu e liberando a ambulância para realizar o atendimento, foi informado de que não havia mais necessidade, pois a paciente seria encaminhada ao socorro por outros meios.

O Corpo de Bombeiros Militar informou que a viatura de resgate estava em manutenção no horário e, como procedimento padrão, os atendentes orientam ao solicitante que buscasse atendimento junto ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Crime

No Tocantins, a lei nº 3707, de 28 de julho de 2020, proíbe a fabricação, a comercialização, o armazenamento, o transporte, a distribuição e o uso de cerol, linha chilena ou produto industrializado nacional ou importado semelhante que possa ser aplicado nos fios ou linhas utilizados para manusear 'pipas ou papagaios'. Quem for flagrado com os objetos podem ter que pagar multas a partir de R$ 300 até seis salários mínimos.

Já o Projeto de Lei 3358/20 tramita na Câmara dos deputados e tem o objetivo de criminalizar a venda ou porte de linhas com cerol ou linha chilena em todo o território nacional.