Palmas
26º
Araguaína
29º
Gurupi
32º
Porto Nacional
27º
BALANÇO

Operação conclui 85 inquéritos e apura 72 novas denúncias de crimes contra crianças

14 julho 2022 - 08h34Por G1 Tocantins

No período de um mês, a Polícia Civil concluiu 85 inquéritos relacionados a crimes cometidos contra crianças e adolescentes no Tocantins e ainda está investigando outras 72 denúncias. Esse é o balanço da Operação Acalento, deflagrada em todo país no dia 13 de junho e divulgado nesta quarta-feira (13).

De acordo com a Polícia Civil, durante o mês da operação, os agentes cumpriram 11 mandados de prisão contra pessoas suspeitas de envolvimento com prostituição infantil e estupro de vulnerável. Também prenderam outros sete suspeitos em flagrante em Colinas, Paraíso, Porto Nacional, Gurupi e Palmas por crimes de lesão corporal, estupro de vulnerável e violência contra mulher.

Uma das prisões ocorreu em Porto Nacional no dia 21 de junho. Um homem de 47 anos foi denunciado pela prática do crime de estupro de vulnerável contra uma criança de nove anos. O crime ocorreu em 2010.

A força-tarefa ainda lavrou 22 boletins de ocorrência contra menores infratores em crimes que também envolveram vítimas menores de idade. Nove mandados de internação foram cumpridos contra menores, além de cinco mandados de busca e apreensão em endereços de pessoas investigadas por crimes, sobretudo, estupro de vulnerável.

A polícia ainda solicitou na Justiça 24 medidas protetivas para vítimas de crimes, e dez menores foram apreendidos em flagrante por atos infracionais cometidos contra crianças e adolescentes.

Orientação e ações preventivas

Deflagrada em 25 estados e no Distrito Federal (DF) pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, a ação visa o combate de qualquer tipo de violência praticada contra crianças e adolescentes.

No estado, as equipes ainda realizaram ações para orientar e atender crianças e adolescentes vítimas de algum tipo de crime. Ao todo, durante o período, a visita ocorreu a 249 menores.

Nas cidades com maior incidência de crimes deste tipo, os policiais realizaram entrega de panfletos com informações e palestras para a população.