Palmas
25º
Araguaína
24º
Gurupi
25º
Porto Nacional
26º
NORTE DO ESTADO

Operação policial apreende dinheiro drogas e dois traficantes são presos

29 agosto 2022 - 07h27

Em continuidade às ações de combate e repressão ao tráfico de drogas, na tarde de sexta-feira, 26, a Polícia Civil, por meio de ação realizada pela 2ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (2ª DENARC), de Araguaína, deflagrou uma operação que resultou na prisão de três pessoas e na apreensão de mais de 3kg de drogas, além de grande quantidade em dinheiro.

Comandada pelo delegado-chefe da 2ª DENARC, José Anchieta de Menezes Filho, a ação tinha por objetivo desarticular uma associação criminosa que estaria utilizando três locais distintos com o objetivo de armazenar e comercializar drogas na cidade. “Investigações realizadas por nossas equipes já apontavam que alguns indivíduos estariam vendendo diferentes tipos de substâncias entorpecentes e, para isso, se utilizavam de pontos diversos, espalhados por alguns setores de Araguaína”, frisou a autoridade policial.

Diante dos fatos, após mais de uma mês de investigações, os agentes se deslocaram até os pontos já previamente mapeados, nesta tarde, onde flagraram os dois indivíduos, de 24 e 30 anos, os quais estavam de posse de mais de R$ 5 mil em espécie, além de balanças de precisão, filmes plásticos para embalar o entorpecente, bem como várias pedras de crack, já embaladas e duas barras inteiriças da mesma droga, além de porções menores de maconha e cocaína.

Desse modo, todo o material foi apreendido e levado para a sede da 2ª DENARC, juntamente com os homens, que foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, os indivíduos foram encaminhados à Unidade Penal de Araguaína, onde aguardarão a decisão do Poder Judiciário. 

De acordo com o delegado Anchieta, a operação realizada pela 2ª DENARC, nesta sexta-feira, é de extrema importância, uma vez que a droga retirada de circulação não mais chegará às mãos de usuários e pequenos traficantes, o que se traduz em mais segurança para a sociedade. “As drogas são causadoras de inúmeros outros delitos, e, portanto, a Polícia Civil do Tocantins não tem medido esforços para identificar, localizar e prender os traficantes a fim de impedir que o entorpecente chegue às ruas e avenidas das cidades tocantinenses”, disse a autoridade policial.