Palmas
28º
Araguaína
28º
Gurupi
30º
Porto Nacional
28º
'LIVRES PARA VOAR'

Operação resgata pássaros silvestres mantidos em cativeiro

12 fevereiro 2024 - 10h48

Um operação do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) conseguiu resgatar pássaros de diversas espécies que estavamam sendo mantidos em cativeiro em Araguanã, no norte do Tocantins. No local também havia itens para captura das aves e até armas de fogo.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

Denúncias feitas por meio da Linha Verde, canal do Naturatins, levaram os fiscais até o local onde estavam os animais no sábado (10). Ao todo, foram lavrados seis autos de infração contra os envolvidos que totalizaram R$ 16 mil pelos crimes ambientais.

Ao todo, o órgão conseguiu resgatar 24 aves, sendo um azulão, duas rolinhas e 21 curiós. Os suspeitos ainda estavam com 56 gaiolas, dez alçapões para captura de aves, três armas de fogo artesanal, que foram apreendidas com o apoio do Grupamento Aéreo da Polícia Militar do Tocantins (GRAER) de Palmas e da 2ª Companhia da Polícia Militar de Xambioá.

A operação de resgate foi chamada de 'Livres para Voar' e tem o objetivo de combater o comércio ilegal de animais silvestres.

"As aves que resgatamos são espécies silvestres que têm um grande valor ecológico e cultural para nossa região. Elas são alvo de traficantes e comerciantes ilegais que as vendem por preços altíssimos, incentivando a exploração e a extinção desses animais. Por isso, estamos trabalhando para combater esses crimes e devolver esses pássaros à natureza, onde eles pertencem", explicou o fiscal Ambiental Jusley Caetano.

Conforme o Naturatins, as aves foram encaminhadas para o Centro de Fauna do Tocantins (Cefau), onde passarão por avaliação veterinária e serão preparados para serem soltos na natureza.

A orientação para a população é não capturar, adquirir ou manter em cativeiro animais sem a autorização do órgão competente. Caso tenham informações sobre este tipo de crime, pode fazer denúncia pelo telefone 0800 063 1155, por mensagem pelo Whatsapp (63) 99106-7787, pelo e-mail [email protected], ou no Portal do Cidadão.

*G1 Tocantins