Palmas
25º
Araguaína
27º
Gurupi
24º
Porto Nacional
25º
ESTAVA FORAGIDO

Pai de criança baleada na cabeça após brincadeira com revólver é preso no Tocantins

28 julho 2022 - 10h25Por G1 Minas Gerais

O pai do menino de 7 anos baleado na cabeça após uma brincadeira com um revólver encontrado na casa, em São Sebastião do Paraíso (MG), foi preso nesta quarta-feira (27) em Gurupi (TO). O homem não era mais visto desde o dia em que a criança foi atingida. Ele estava foragido por ser suspeito de um homicídio cometido no Ceará. A polícia investiga a relação do caso com uma morte durante um culto no município do Sul de MG.

A prisão do suspeito foi confirmada pelo delegado Rafael Gomes. O homem foi detido pela Polícia Militar do Tocantins, após ações realizadas em conjunto com as PMs de São Sebastião do Paraíso e do Ceará, além da Polícia Civil.

Antes de ser detido no Tocantins, o homem residia em São Sebastião do Paraíso e, conforme a Polícia Civil, utilizava nome falso. Ele deixou a cidade do Sul de Minas após o filho dele ser atingido por um disparo acidental.

Entenda

Em junho, um menino de 7 anos foi baleado na cabeça após uma brincadeira com um revólver encontrado na casa, no bairro João XXIII, em São Sebastião do Paraíso (MG). De acordo com o Corpo de Bombeiros, a criança foi levada em estado gravíssimo para a Santa Casa da cidade.

De acordo com o Boletim de Ocorrências, o irmão do menino, de 11 anos, teria contado para a mãe que encontrou uma arma escondida dentro de casa e que, durante a brincadeira com os outros irmãos, teria ocorrido o disparo de forma acidental.

Criança leva tiro na cabeça após brincadeira com revólver encontrado em casa, em São Sebastião do Paraíso — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Segundo o BO, o dono da arma é o pai do menino baleado, mas ele não tinha requisitos legais para ter posse de qualquer tipo de arma de fogo. Além disso, não há registro de arma no nome dele.

O garoto acordou do coma, mas continuava internado no hospital, segundo informações da Polícia Militar.

Crimes relacionados

Homem é morto a tiros durante culto em igreja de São Sebastião do Paraíso, MG — Foto: Reprodução/EPTV

Em julho, um homem foi morto a tiros durante um culto evangélico em São Sebastião do Paraíso (MG). A vítima foi identificada como Kauê Alves dos Santos, 26 anos, mas a polícia investiga se ele utilizava identidade falsa.

O assassinato de Kauê também é investigado por ter ligação com outros dois crimes: duplo homicídio no Ceará e tiro na cabeça de uma criança no Sul de MG. Conforme a polícia, Kauê se mudou para São Sebastião do Paraíso após o crime no Ceará juntamente com a família do menino baleado.

Um dos suspeitos do assassinato de Kauê, segundo a Polícia Civil, confessou ser irmão da vítima e autor dos três tiros, além de ter revelado que o crime foi cometido por vingança ao duplo homicídio ocorrido no Ceará.

A suspeita da identidade falsa existe, segundo as investigações, pois o outro suspeito pelo duplo homicídio, preso nesta quarta-feira no Tocantins, utiliza documento falso.

A Polícia Civil não descarta a relação do assassinato na igreja com o disparo na criança, já que todos os envolvidos são da mesma família.