Menu
Busca sábado, 14 de dezembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
33ºmax
22ºmin
Ethos Comunicação
Assembleia Legislativa

Acusado de estupro permanecerá preso até o julgamento

29 outubro 2010 - 08h56

O Ministério Público Estadual (MPE) já despachou para o Fórum de Palmas o parecer sobre pedido de liberdade provisória do contador André Ricardo Downar, preso em flagrante ao tentar estuprar uma adolescente de 13 anos. No documento, a Promotora de Justiça Thaís Cairo Souza Lopes negou liberdade até o final do julgamento.

A defesa argumentou que o acusado é primário, possui bons antecedentes, tem residência fixa e profissão definida. A Promotoria, no entanto, argumenta que “as circunstâncias desfavoráveis ao acusado não se apoiam somente em indícios, mas em provas contundentes e comprovadas nos autos de prisão em flagrante. O detido, inclusive, confessou a prática delitiva em seu interrogatório” destacou a Promotoria.

Para a Promotora de Justiça, “é importante salientar a gravidade do crime cometido. O conjunto de provas resultante das investigações é suficiente para a condenação, além de que, em liberdade provisória, o acusado poderá causar embaraços às investigações e voltar a delinquir”, destacou. (Da assessoria de imprensa MPE)
 

AO VIVO