Palmas
31º
Araguaína
33º
Gurupi
31º
Porto Nacional
31º
"FAVORES SEXUAIS"

Servidor público é condenado a mais de nove anos de prisão por estupro

07 fevereiro 2024 - 11h21

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por intermédio da 46ª Delegacia de Presidente Keneddy, com apoio da 5ª Divisão de Combate ao Crime Organizado (DEIC - Guaraí), deflagrou na manhã desta terça-feira, 6, por volta das 10h, uma operação policial que resultou na prisão de um servidor público municipal de 46 anos, que foi condenado a mais de nove anos de prisão pelo crime de estupro de vulneável. 

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

Conforme explica o delegado Joelberth Nunes de Carvalho, o homem de iniciais A.L.S foi preso em cumprimento a mandado de prisão pela condenação de estupro de vulnerável, fato ocorrido no ano de 2019. Naquele ano, os policiais civis da 7ª Central de Atendimento da Polícia Civil de Guaraí receberam uma denúncia anônima, via telefone, informando sobre a prática de um crime de estupro de vulnerável, que estaria ocorrendo na cidade de Presidente Kennedy, pois A.L.S vivia oferecendo dinheiro  a um adolescente, que há época dos fatos tinha 12 anos de idade, em troca de favores sexuais.

“Com base na referida denúncia, foi instaurado um inquérito policial que foi condzido pela equipe da 46ª Delegacia de Presidente, onde após intenso trabalho investigativo, restou comprovado o crime de estupro de vulnerável”, disse o delegado Joelberth.  

Uma vez concluído, o inquérito foi remetido ao Poder Judiciário da Vara Criminal da Comarca de Guaraí, sendo que no dia 3 de agosto de 2023, após todo o trâmite processual, A.L.S. foi condenado a uma pena definitiva de nove anos e quatro meses de reclusão no regime fechado. 

Após a proclamação da sentença, houve apelação por parte da Defensoria Pública do Estado do Tocantins, mas o Tribunal de Justiça do Tocantins manteve a sentença na íntegra, sendo então expedido mandado de prisão em desfavor do condenado, que foi localizado e preso na manhã desta terça-feira, em Presidente Kennedy. 

Depois de ser capturado, o homem foi conduzido até a 7ª Central de Atendimento da Polícia Civil de Guaraí, e após a realização dos procedimentos legais cabíveis, recolhido à Unidade Penal Regional local, onde deverá dar início ao cumprimento de sua pena. 

Para o delegado Joelberth, a condenação e consequente prisão do indivíduo é de extrema relevância. “Trata-se de mais um relevante serviço investigativo realizado pela PC-TO, onde foi possível identificar e individualizar a conduta desse cidadão que oferecia dinheiro a um adolescente para satisfazer a própria lascívia com favores sexuais. Muito embora, a vítima não esteja mais viva, pois veio a falecer em um acidente de motocicleta há poucas semanas, a condenação e a prisão do autor, demonstra o comprometimento da Polícia Civil em elucidar todos os fatos do crime praticado contra a dignidade sexual, oferecendo uma resposta satisfatória a família do jovem que tanto confiou e acreditou no trabalho da Polícia Civil”, ressaltou a autoridade policial.