Palmas
21º
Araguaína
22º
Gurupi
20º
Porto Nacional
21º
AÇÃO POLICIAL

Suspeitos de crime bárbaro são presos pela Polícia Civil em Araguaína

01 dezembro 2023 - 09h00

Dois indivíduos suspeitos de serem os autores do homicídio que vitimou o jovem Pablo Henrique Soares, 19 anos, ocorrido no último dia 9 de setembro, em Araguaína, foram presos pela Polícia Civil, por meio de ação realizada pela 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na noite de quinta-feira, 30.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

Comandada pelo delegado Breno Eduardo Campos Alves, a ação foi deflagrada em cumprimento a dois mandados de prisão, após investigações realizadas pela unidade especializada apontarem que os dois homens são de fato os responsáveis pelo bárbaro crime que vitimou Pablo Henrique, enquanto o mesmo se encontrava em sua residência, localizada no setor Vila Azul, em Araguaína.

O crime

As investigações da 2ª DHPP também revelaram que no dia dos fatos, os indivíduos chegaram até a residência de Pablo, arrombaram o portão e o encontraram dormindo em sua cama. De imediato, os autores passaram a desferir inúmeros golpes de faca que atingiram, sobretudo, a região do tórax, cabeça, pescoço, rosto e as costas. “Para se ter uma ideia da brutalidade do ataque, a faca utilizada ficou cravada nas costas da vítima, tamanha a violência empregada por seus algozes”, disse o delegado Breno.

As investigações apontaram que o crime teria sido motivado por disputas por territórios entre integrantes de facções criminosas rivais. 

Cerco policial e prisões

Ainda conforme explica o delegado Breno, os autores foram encontrados pela Polícia Civil nas proximidades da Via Lago, um dos cartões postais da cidade de Araguaína. “Por meio de abordagem, conseguimos prender um dos envolvidos no crime, porém o segundo investigado conseguiu correr e se embrenhou em uma região de mata, próximo a Via Lago. Desse modo, montamos um cerco policial e após algum tempo, também conseguimos capturar o segundo suspeito”, disse o delegado.

Após serem capturados no setor Presidente Lula, os dois autores, de 22 e 23 anos, foram conduzidos até a sede da 5ª Central de Atendimento da Polícia Civil, em Araguaína, onde a autoridade policial plantonista ratificou as prisões.

Realizados os procedimentos legais cabíveis, os dois indivíduos foram recolhidos à Unidade Penal Regional de Araguaína, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

O delegado Breno falou sobre a importância das prisões para que o caso seja definitivamente elucidado. “A ação realizada nesta noite pela 2ª DHPP é de grande importância, pois trata-se de um crime bárbaro cometido com requintes de crueldade, onde a vítima foi esfaqueada até a morte e não teve qualquer chance de defesa. Por isso, com as prisões dos principais suspeitos, a Polícia Civil do Tocantins dá mais uma resposta firme e eficiente a toda a sociedade araguainense que tanto confia no trabalho da nossa instituição”, enfatizou a autoridade policial.

*Ascom SSP-TO