Palmas
33º
Araguaína
35º
Gurupi
33º
Porto Nacional
32º
MIRACITY

Suspeitos de envolvimento em vários homicídios e tráfico são presos em operação

20 janeiro 2024 - 08h25

A Polícia Civil cumpriu 28 mandados de prisão e busca e apreensão durante uma operação na manhã desta sexta-feira (19), em cidades do Tocantins e Goiás. Os policiais investigam uma organização criminosa por homicídios que aconteceram em Miracema e tráfico de drogas.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-TO) informou que em Miracema seis pessoas foram presas. A polícia também cumpriu mais quatro mandados de prisão na Unidade Penal da cidade. Em Palmas foram cumpridos dois mandados de prisão na Unidade Penal. Outros dois suspeitos também foram presos, sendo um de Colméia e outro de Goiânia (GO).

Entre os mandados de prisão, dois são de suspeitos envolvidos no assassinato de Allan Rodrigues Barros, que foi morto a tiros no dia 16 de novembro do ano passado, em Miracema. Durante a operação foram apreendidas drogas, armas de fogo, dinheiro em espécie, balança de precisão e uma motocicleta.

As investigações iniciaram em março do ano passado. O delegado responsável pelo caso informou os presos fazem parte de uma organização criminosa carioca.

A operação contou com o apoio de 54 policiais civis do Tocantins e de Goiás.

Assassinato em Miracema

Allan Rodrigues Barros foi assassinado pela namorada e mais três homens no dia 16 de novembro do ano passado. A vítima teria ido na casa da namorada, quando minutos depois o pai de Allan escutou disparos da arma de fogo. O corpo do jovem foi encontrado caído em uma calçada.

A Polícia Civil descobriu que o jovem foi morto após uma emboscada feita pelos quatro suspeitos. Allan teria depositado R$ 12 mil que ganhou em um jogo online, na conta da namorada. O jovem chegou a cobrar a parceira, mas foi morto com sete tiros.

A namorada de 22 anos foi presa no dia 22 de dezembro do ano passado. O terceiro envolvido, um jovem de 20 anos, foi encontrado em Miracema e preso no dia 6 de janeiro. Já outro suspeito, de 21 anos foi preso em Goiânia, na última segunda-feira (8). Como os nomes dos suspeitos não foram divulgados, o g1 não pode entrar em contato com a defesa.

*G1 Tocantins