Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
25ºmin
POLÍTICA

Antônio Andrade deixa PTB e cogita disputar vaga de deputado federal

22 junho 2021 - 16h04Por T1 Notícias

Em reunião com a imprensa na manhã desta terça-feira, 22, o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins (Aleto), Antonio Andrade, anunciou sua saída do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), legenda que comandava no Tocantins.

Ao ser questionado sobre o motivo da sua saída, Andrade brincou e disse que foi por conta do presidente do PTB Nacional, Roberto Jefferson, que teve uma atitude desrespeitosa com ele. Sem deixar claro do que se trata, o parlamentar afirmou que deixa o partido de consciência tranquila. “Eu ando de cabeça erguida, porque o que eu fiz aqui no Estado do Tocantins, frente ao PTB, vai ficar marcado na história do partido. Então, é uma pergunta interessante, porque eu também queria saber, por parte do Roberto Jefferson, porque que ele tomou essa atitude, essa decisão desrespeitosa com a minha pessoa”, pontou Andrade.

Sobre o seu futuro político, Antonio Andrade revelou que recebeu vários convites de partidos, mas ressaltou que quem primeiro fez o convite, muito antes de sua saída do PTB, foi o governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PSL). “Me convidou para que eu pudesse acompanhá-lo no PSL. Eu falei para ele que a gente ia analisar, pensar, para que a gente pudesse conversar com os nossos colegas, os prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, para a gente poder dar uma satisfação”, contou.

O parlamentar observa que é um político de grupo e gosta de fazer as suas ações primeiro conversando com os seus, conversando com quem o acompanha. “Aquelas pessoas que têm a mesma ideia que eu tenho”, disse.

Para Andrade, 80% do seu futuro político está no Partido Socialista Liberal (PSL), com o governador Carlesse. “Vou esperar ele chegar amanhã para a gente resolver umas coisas, conversar mais algumas coisas que a gente tem para conversar. E, praticamente, a gente vai ficar no grupo com o governador Mauro Carlesse", explicou. 

Sobre as eleições de 2022, Andrade revelou que o seu futuro político está nas mãos de Deus. Mas, quer postular uma candidatura de deputado federal. “É o meu pensamento, vou colocar o meu nome à disposição dos meus companheiros, da nossa comunidade do Estado do Tocantins, e eu acredito que nesse momento agora eu estou bem decidido nesta candidatura de deputado federal”, encerrou.

Para Andrade, Wanderlei deve ser o candidato do grupo

Andrade disse que quem tem a possibilidade de ser o candidato a governador do Estado, se por ventura Carlesse vir ser candidato a senador, será Wanderlei Barbosa, atual vice-governador. “E se ele for candidato a governador, ele tem o meu apoio, porque eu sou do grupo”, destacou.

O presidente da Casa de Leis disse que ainda não sabe, não tem uma definição se Mauro Carlesse será candidato a senador. “A gente tem conversado muito, mas essa definição ainda não tem. Mas tudo caminha para que o Wanderlei seja candidato a governador”, pontuou.

Reunião com integrantes do PTB

O deputado disse, ainda,  que terá uma reunião nesta quarta-feira, 23, com os prefeitos e vice-prefeitos do PTB, e deve convidá-los para acompanhar o deputado na sua nova legenda.

“Esses companheiros que eu consegui fazer esse trabalho no Estado no PTB são companheiros de verdade. E o meu respeito é grande por cada um deles e eu vou convidá-los para que a gente possa estar juntos nessa nova sigla que nós vamos escolher, provavelmente é o PSL. Já recebi um convite do deputado Nilton Franco, para o MDB”, finalizou.

AO VIVO