Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
23ºmin
POLÍTICA

Áudios de ex-cunhada envolvem presidente Bolsonaro na prática da “rachadinha” na Câmara

05 julho 2021 - 12h28

Reportagem do portal UOL mostra gravações inéditas que apontam o envolvimento direto do presidente Jair Bolsonaro no esquema da “rachadinha” de salários de assessores na época em que ele exerceu seguidos mandatos de deputado federal (entre os anos de 1991 e 2018). “Rachadinha” é o nome popular para o crime de peculato (mau uso de dinheiro público).

Conforme a reportagem, um familiar de Bolsonaro não quis devolver o valor combinado do salário e foi retirado do esquema. A fisiculturista Andrea Siqueira Valle, ex-cunhada do presidente, afirma numa gravação que Bolsonaro demitiu irmão dela porque ele se recusou a devolver a maior parte do salário de como assessor: “O André deu muito problema porque ele nunca devolveu o dinheiro certo que tinha que ser devolvido, entendeu? Tinha que devolver R$ 6.000, ele devolvia R$ 2.000, R$ 3.000. Foi um tempão assim até que o Jair pegou e falou: ‘Chega. Pode tirar ele porque ele nunca me devolve o dinheiro certo’.

De acordo com o UOL, dentro da família Queiroz, Jair Bolsonaro é o verdadeiro “01.” Em troca de mensagens de áudio, continua a reportagem, a mulher e a filha de Fabrício Queiroz, Márcia Aguiar e Nathália Queiroz, chamam Jair Bolsonaro de “01”. Márcia afirma que o presidente “não vai deixar” Queiroz voltar a atuar como antes.

Ouça os áudios:

 

AO VIVO