Palmas
24º
Araguaína
22º
Gurupi
22º
Porto Nacional
23º
ESTUDO DE VIABILIDADE

Governo discute implementação de agroindústria de pescado em Augustinópolis

30 janeiro 2024 - 10h01

O Governo do Tocantins fará um estudo de viabilidade técnica e econômica para a instalação de um frigorífico de pescado no município de Aguiarnópolis, região do Bico do Papagaio. As etapas e as especificidades do projeto foram discutidas durante reunião articulada pela Secretaria de Estado da Pesca e Aquicultura (Sepea), nessa sexta-feira, 26, em Palmas.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

Os secretários da Sepea, Miyuki Hyashida, e da Indústria, Comércio e Serviços (Sics), Carlos Humberto Lima, se reuniram com representantes da Cooperativa de Pescadores de Aguiarnópolis, ocasião em que o presidente da Associação, Alexandro Silva Chaves Sobrinho, apresentou a demanda de apoio e recursos, por meio do subprograma Produtos da Terra, da Sics, para a reforma da estrutura de um antigo frigorífico de bovino para ser transformado em frigorífico de pescado.

“Este é um projeto que já está bem encaminhado. Quando estamos nesta etapa e temos uma cooperativa organizada, vale a pena, em conjunto com a Secretaria de Indústria e Comércio, que fará a análise de mercado e venda, nos comprometemos a trabalhar da porteira para dentro, para que o produto tenha sanidade, inspeção e toda qualidade de selos e licenças”, afirmou a gestora da Sepea, Miyuki Hyashida.

Para dar continuidade ao projeto, uma equipe técnica da Sics fará avaliação para emitir parecer da viabilidade econômica. Após essa etapa, o parecer será encaminhado para o Conselho de Desenvolvimento Econômico (CDE), em que os conselheiros irão votar para aprovar ou não o aporte de recursos provenientes do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE).

“A gestão do governador Wanderlei Barbosa tem atuado com as prefeituras para identificar as vocações econômicas e trabalhar para que o potencial se torne, de fato, uma realidade. Nossa equipe irá trabalhar para que possamos levar o projeto em frente da melhor forma possível, visando ao impacto social positivo na região, com geração de emprego e renda para todos”, frisou o secretário Carlos Humberto.

O grupo de trabalho recebeu o prefeito de Aguiarnópolis, Wanderly dos Santos Leite, que demonstrou grande expectativa para a implantação do frigorífico. “Quero agradecer o apoio e o empenho da secretária de Estado da Pesca que, com todo carinho, recebeu o município de Aguiarnópois, por meio da cooperativa de produtores, para que esse projeto tão importante seja analisado pelo Governo do Tocantins. Nós temos certeza de que, com a Secretaria da Pesca imbuída e envolvida neste projeto, teremos resultados satisfatórios para que ele seja aprovado pelo Governo do Estado e que nós possamos ter, em um curto prazo, a implantação desse projeto tão importante para os produtores de Aguiarnópolis.”, afirmou o prefeito.

“A Sepea articula, sendo ponto focal dentro das ações de pesca e aquicultura do Tocantins, e busca unir todos os elos da cadeia produtiva e auxiliar na estruturação de políticas públicas, tanto do Estado quanto do município. Partindo disso, temos feito algumas capacitações para atender o produtor dentro e fora da porteira, na parte de agroindustrialização e na parte de organização social”, destacou o diretor de Desenvolvimento da Aquicultura da Sepea, Thiago Tardivo. 

Agroindustrialização do pescado

Após a etapa de análise, o Governo do Tocantins dará continuidade ao processo, fazendo a sua avaliação, ou seja, observando se há alguma falha documental ou processual do estabelecimento, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), dentro da sua atuação pelo desenvolvimento do setor, como apontou o engenheiro de Pesca da autarquia, Andrey Costa. 

“O Ruraltins presta todo o suporte técnico na parte de produção e elaboração dos projetos técnicos para a agroindústria no processamento e na distribuição de pescados, incluindo a implementação desse pescado nas compras institucionais”, frisou Andrey Costa. 

A execução do planejamento conta ainda com a assistência técnica da Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária do Tocantins (Seagro), que analisará a dimensão do desenvolvimento agroindustrial das estruturas em questão. Essa análise abrange a viabilidade do empreendimento e a existência de grupos de produtores envolvidos no processo.

A abordagem é disciplinar com a Seagro concentrando seu foco na produção e na certificação de selos de inspeção. O objetivo é determinar a melhor região, o tipo de produto e se a sua distribuição é mais adequada em âmbitos nacional e estadual. 

Também participaram da reunião o secretário executivo da Sics, Milton Neres; e o superintendente de Apoio a Micro e Pequenas Empresas da Sics, Carlos Antônio de Souza, além de técnicos das pastas de Governo envolvidas no processo de desenvolvimento da agroindústria do Tocantins.

*Secom Tocantins