segunda, 04 de julho de 2022
(63) 99958-5851
Araguaína
33ºmax
19ºmin
MARCOS DUARTE

MP apura denúncia de incitação ao racismo praticada por vereador de Araguaína

22 junho 2022 - 15h27

O vereador e novo presidente da Câmara Municipal de Araguaína é alvo de um procedimento do Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da 6ª Promotoria de Justiça de Araguaína, que instaurou um procedimento para apurar uma denúncia de incitação ao racismo supostamente praticada pelo parlamentar.

Pelas informações aportadas no MPTO, o vereador teria utilizado a tribuna do legislativo municipal para proferir falas de cunho racista ao se referir a um colega parlamentar.

A polêmica envolvendo o novo presidente da Câmara aconteceu logo após sua vitória na eleição para a Mesa Diretora ao agradecer a articulação de Alcivan em pronunciamento na tribuna: "Soldado Alcivan é um dos principais articuladores dessa chapa. Esse negão aí é um negro de alma branca. É um negro bom e já vai sair na imprensa amanhã como o ministro Barroso disse ao ministro Joaquim Barbosa [no STF]".

Como providências, o promotor de Justiça Airton Amilcar Machado Momo, com atuação na área de patrimônio público e cidadania, requisitou à Câmara Municipal a cópia integral da gravação das sessões legislativas e notificou o vereador a apresentar defesa no prazo de 15 dias.

Resposta do Vereador

Em nota, o vereador Marcos Duarte justificou que o termo “alma branca” usado em sua fala não foi de forma pejorativa e que em nenhum momento fomentou o racismo. "Mas de qualquer forma pede desculpas ao amigo vereador Soldado Alcivan e a todos aqueles que se sentiram ofendidos", acrescentou.

Ainda conforme a nota, diferente do que o Ministério Público do Tocantins divulgou por meio de sua assessoria, o vereador ainda não foi notificado sobre a instauração do procedimento de investigação.