Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
Assembleia Legislativa - Novembro

TV Anhanguera pede desculpas por erro

21 setembro 2010 - 15h36

Em plena véspera de eleição, uma denúncia noticiada pela TV Anhanguera no último sábado, 18, “caiu como uma bomba” sobre os tocantinenses. Tratava-se de uma grave denúncia de fraude que supostamente envolvia o governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB). Porém, A TV Anhanguera veio a público, na noite da última segunda-feira, 20, para se retratar ao governador com relação ao acontecimento. O Jornal do Tocantins, também em nota esclarece o equívoco mostrado pela emissora no último final de semana.


Entenda o caso

No último dia, 18, a segunda edição do Jornal Anhanguera mostrou a reportagem intitulada “Polícia prende oito por fraude em licitação”, publicada nessa mesma data, pelo jornal O Estado de S. Paulo em que uma quadrilha foi presa, numa ação conjunta do Ministério Público e da Corregedoria da Polícia Civil paulistana, envolvendo empresários, policiais e agentes públicos.

Na ação, surgiu o nome do governador Carlos Gaguim (PMDB), citado em ligação telefônica gravada em escuta autorizada judicialmente. Depois, segundo a TV Anhanguera, numa operação que incluía seguir suspeitos, a polícia chegou ao hotel onde o governador estaria hospedado com sua comitiva o qual recebia empresários e tratava de assuntos diversos e que não foi preso por ter foro privilegiado.

Tendo conhecimento do fato, a assessoria de imprensa do governador emitiu uma nota de esclarecimento à imprensa negando qualquer envolvimento de Carlos Gaguim nas denúncias apontadas pelo Estadão.


Ataque em programa eleitoral

A notícia se repercutiu nos principais meios de comunicação e tomou grandes proporções. Exemplo disso foi a atitude dos membros da coligação “Tocantins Levado à Sério”, que assim que tomaram conhecimento do caso, partiram para o ataque ao seu adversário político e na noite da última segunda-feira, 20, dedicaram boa parte de programa eleitoral gratuito para atacar o governador, mostrando a notícia do Jornal Anhanguera.

Porém nesta mesma noite, a segunda edição do Jornal do Tocantins através do jornalista Jaime Júnior, retratou-se, afirmando o equívoco da emissora em noticiar o envolvimento do governador, assumindo assim o erro pedindo desculpas pela falha. Além das desculpas ao vivo, o Jornal do Tocantins, que também é um veículo de comunicação da Organização Jaime Câmara emitiu uma nota de retratação na edição desta terça-feira, 22.


Confira a nota na íntegra

“A TV Anhanguera errou ao noticiar no último sábado, 18, que o governador Carlos Henrique Gaguim teria sido flagrado num hotel em São Paulo com homens envolvidos num esquema de fraudes em licitações públicas. A reportagem publicada no site do Estadão de São Paulo que foi base para a notícia diz apenas que o nome do governador teria sido mencionado em ligações telefônicas entre os acusados. A escuta foi autorizada pela justiça. Em nota, o Ministério Público do Estado de São Paulo não confirmou o nome do governador e disse que vários agentes públicos foram mencionados nas conversas, mas não divulgou nomes. No encerramento do Jornal Anhanguera, 2º edição, desta segunda-feira, 20, a emissora assumiu o erro e pediu desculpas pela falha”..

AO VIVO