Palmas
34º
Araguaína
36º
Gurupi
32º
Porto Nacional
32º
COLUNA

Vitrine Cultural

por Dágila Sabóia
CONTRA O TEMPO

Confira a lista dos 16 municípios que ainda não aderiram à Lei Paulo Gustavo no Tocantins

10 julho 2023 - 17h07

Os municípios têm até às 23h59 desta terça-feira (11/7) para aderir à Lei Paulo Gustavo. Porém, até agora, 16 municípios do Tocantins ainda não deram início ao processo. A informação foi divulgada pelo Comitê da Lei Paulo Gustavo no Tocantins.

 O Tocantins receberá um total de R$ 41,8 milhões, sendo R$ 25,5 milhões destinados ao governo estadual e R$ 16,3 milhões distribuídos entre os 139 municípios. Os primeiros que atenderem aos requisitos já estão recebendo o recurso. 

Faltando um dia para o encerramento do prazo, 16 municípios ainda não estão com a adesão efetivada. São eles:

  • Alvorada;
  • Araguanã;
  • Brejinho de Nazaré;
  • Cachoeirinha;
  • Couto Magalhães;
  • Goiatins;
  • Itaporã do Tocantins;
  • Maurilândia do Tocantins;
  • Nova Rosalândia;
  • Novo Acordo;
  • Palmeirante;
  • Pindorama do Tocantins;
  • Piraquê;
  • Santa Rita do Tocantins;
  • Santa Terezinha do Tocantins
  • Tupiratins

O representante do Ministério da Cultura no Tocantins e membro do Comitê da Lei Paulo Gustavo, Cícero Belém, reforça que os municípios que não completarem a adesão no prazo vão perder os recursos, que serão redistribuídos para os demais municípios brasileiros.

Cultura significa emprego, principalmente para a classe artística que tanto sofreu com tantos anos sem desenvolvimento e ainda em virtude da pandemia. É essencial que os gestores públicos sejam ágeis na elaboração de propostas para garantir o acesso a esses recursos”, expressou.

A cineasta Eva Pereira, que também compõem o Comitê, complementa que os artistas terão acesso aos valores por meio de editais, chamamentos públicos, prêmios, aquisição de bens e serviços ou outras formas de seleção pública executadas pelos estados, municípios e Distrito Federal. E, como resultado, a população poderá acessar uma série de ações culturais, como cursos, festivais e cinemas itinerantes. “Os municípios que perderem esse prazo irão prejudicar imensamente os artistas locais, assim como comunidades quilombolas e indígenas”, lamenta.

Plano de Ação

O Plano de Ação traz metas e ações estratégicas para utilização dos recursos da lei. A inscrição é feita por meio da plataforma TransfereGov. O valor exato ao qual cada ente tem direito está disponível no site da Lei Paulo Gustavo. Caso todos os municípios finalizem os cadastros, o Tocantins terá investimento de R$ 41,7 milhões pela Lei Paulo Gustavo.

Lei Paulo Gustavo

A Lei Paulo Gustavo foi aprovada de forma emergencial em 2022 e tem como objetivo minimizar os efeitos da pandemia da Covid sobre o setor cultural. Ela prevê, para além de outros detalhes, o repasse federal de R$ 3,8 bilhões do Fundo Nacional de Cultura (FNC), para municípios, estados e o Distrito Federal investirem em projetos culturais.