Menu
Busca segunda, 09 de dezembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
30ºmax
22ºmin

Câmara autoriza doação de terreno para construção da sede da ETSUS

19 outubro 2010 - 12h01

A Câmara Municipal de Araguaína voltou às suas atividades normais nessa segunda-feira, 18. Na pauta para a sessão ordinária ocorreu a primeira votação que visa a autorização da doação de uma área pública ao Estado, localizada no setor Noroeste, para a construção da sede da Escola Técnica de Saúde – ETSUS na cidade de Araguaína.

Em primeira e segunda votação que aconteceram ontem, 18, e nesta terça-feira, 16, o executivo aprovou a doação por unanimidade, mas para ser oficialmente doado o terreno, a autorização deverá ser aprovada em três votações, a partir de então, a ETSUS terá o prazo de 3 anos para que possa construir a obra. A última votação está prevista para a próxima segunda-feira, 25.

Em entrevista ao Portal O Norte, o presidente da Câmara Elenil da Penha (PMDB), afirma que a doação da área tem o apoio de todos os vereadores. “A construção da ETSUS é uma obra de relevância para a Araguaína e acreditamos que ela beneficiará a comunidade. A Câmara está cumprindo o seu papel no executivo que é autorizar”. Diz Elenil.

A gerente da ETSUS-Araguaína, Drª Eliana dos Santos Andrade, que acompanhou a votação, também falou da expectativa de aprovação da doação. “Nós precisamos de uma sede para oferecer uma estrutura física com mais qualidade para os nossos alunos. Neste primeiro momento, articulamos para conseguir a doação e essa unanimidade na aprovação expressa a consciência dos vereadores que percebem a importância da ETSUS para a comunidade e a construção do prédio da entidade será uma nova fase nessa batalha". afirma Drª Eliane.

 


As ETSUS

As Escolas Técnicas e Centros Formadores do SUS - ETSUS são instituições públicas criadas para atender as demandas locais de formação técnica dos trabalhadores que já atuam nos serviços de saúde, acompanhando o processo de municipalização do SUS no Brasil. A origem das ETSUS remete ao Projeto Larga Escala, iniciado em 1985.
As Escolas Técnicas do SUS atuam no segmento chamado de educação profissional, que hoje engloba a formação inicial e continuada (antiga formação básica), os cursos técnicos e os tecnológicos. São, em sua maioria, vinculadas à gestão da Saúde e não da Educação, o que facilita a adoção dos princípios e diretrizes do SUS como norteadores da sua prática formativa.
A principal especificidade dessas instituições é a capacidade de descentralizar os currículos, mantendo os processos administrativos centralizados. Para isso, utilizam as unidades de saúde como espaços de aprendizagem e qualificam pedagogicamente os profissionais de nível superior dos serviços para atuarem como professores. Além disso, adequam o currículo ao contexto regional e têm como modelo pedagógico a integração ensino-serviço, com sua concepção fundamentada na articulação entre Trabalho, Ciência e Cultura, tendo o trabalho e a pesquisa como princípios educativos.


No Tocantins

A Escola Técnica de Saúde do Tocantins foi criada em 2002, como uma autarquia vinculada à Secretaria Estadual de Saúde. Funciona, desde 2004, na capital do Estado, Palmas, em sede própria construída com recursos do Programa de Expansão do Ensino Profissional (Proep), do Ministério da Educação. Além disso, a ETSUS oferece cursos descentralizados nos municípios de Porto Nacional, Gurupi e Araguaína.

A Escola, que destina 85% das vagas para os trabalhadores do SUS e 15% para pessoas da comunidade, oferece os cursos Técnico de Higiene Dental (THD), Técnico de Agente Comunitário de Saúde, Técnico em Nutrição e Dietética, Técnico em Enfermagem e o Proformar (Programa de Formação de Agentes Locais de Vigilância em Saúde).(Do site RET-ETSUS)


Em Araguaína

Os trabalhos do pólo da ETSUS iniciou em 2005 com 2 turmas de curso técnico em Saúde Bucal e 19 turmas de Agente Comunitário de Saúde. Atualmente a instituição está com 4 cursos em andamento: Técnicos em Radiologia, Saúde Bucal, Analises Clínicas e Vigilância e Saúde.



AO VIVO