Menu
Busca quarta, 26 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
28ºmax
22ºmin
RESPOSTA

Enfermeiro nega que tenha forjado laudo médico e esclarece deficiência

18 junho 2011 - 12h12

Daniel Lélis
Da Redação

 

O enfermeiro Abel Viana Alencar conversou com a nossa equipe de reportagem sobre a denúncia publicada no Portal O Norte que apontou supostas irregularidades em sua aprovação no Concurso da Saúde realizado pela Prefeitura Municipal de Araguaína em 2010 (confira a matéria na íntegra, aqui). Por telefone, ele negou que tenha forjado laudo médico e afirmou que de fato é deficiente sendo, portanto, merecedor da vaga especial.

Abel, que tomou posse no dia 2 de maio e trabalha no Posto de Saúde Palmeiras do Norte, próximo ao setor São Miguel, contou que o laudo médico apresentado foi confirmado pela Junta Médica que o averiguou: “O laudo comprova a minha deficiência; tenho a caixa torácica proeminente, o chamado ‘peito de pombo’. Se eu tivesse forjado o exame, o mesmo não teria passado pela Junta, que também me avaliou e comprovou a existência da deformidade”, ressaltou.

Segundo o enfermeiro, as pessoas tem uma visão muito superficial da deficiência física. “Muita gente acha que deficiente é só aquela pessoa que perdeu uma perna, um braço, que é cadeirante, quando na verdade a deficiência vai muito além disso. Eu tenho a minha e posso provar”, garantiu ele.
 

AO VIVO