Menu
Busca sábado, 29 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
30ºmax
22ºmin
DESTAQUES

Imobiliária culpa Saneatins por não entregar rede de esgoto em loteamento

28 novembro 2011 - 08h54

Da Redação
 

O Portal O Norte vem publicando uma série de reportagens mostrando a situação da infraestrutura de loteamentos inaugurados nos últimos anos em Araguaína. Após a publicação recente de uma reportagem que flagrava diversas irregularidades em um destes empreendimentos, o Residencial Pedro Borges (Leia mais), a Real Imóveis, imobiliária responsável pela venda dos lotes no local resolveu se manifestar.

A proprietária da imobiliária, Domingas Sandes, inicia a entrevista falando que a área do loteamento compreende a 326 mil metros quadrados, mantendo duas áreas públicas uma área de preservação ambiental.

Poste no meio da rua
A entrevista foi realizada no stand onde é comercializado os lotes e chegando no loteamento nossa reportagem já pode observar que um dos problemas apontados na matéria já havia sido resolvido: o poste que estava instalado no meio de uma das ruas foi retirado. “Antes de abrirmos nossas ruas esse poste foi instalado pela Celtins. Quando fomos lançar as vendas, solicitamos a retirada do poste, a Celtins fez uma programação e a retirada aconteceu no dia 30 de outubro”, explica a empresária.

Asfalto
Mostramos também que com o início das chuvas os primeiros sinais de deterioração já surgem no asfalto do loteamento. Sobre isso, Domingas explica que o problema já está sendo resolvido, e tenta esclarecer “apesar de não ser o melhor asfalto, em comparação a outros locais da cidade ele está bom”.

Curvas nas ruas
Sobre as curvas que poderiam acentuar a probabilidade de acidentes no local, a empresária discorda da afirmação e diz que as curvas foram projetadas pelo arquiteto para dar mais beleza ao local.

Rede de esgoto
Um dos fatores questionados na reportagem foi o fato de os empreendedores investirem primeiramente na implantação asfáltica e só futuramente na rede de esgoto, sendo que feito de tal forma, isso significa que um trabalho precisará ser feito duas vezes, afinal de contas, o asfalto terá que ser destruído para a implantação do esgoto.

Sobre o questionamento, a imobiliária culpa a Saneatins por não garantir imediatamente a infraestutura da rede de esgoto no local. De acordo com Domingas Sandes seria da vontade dos empreendedores entregar a infraestrutura completa. “Infelizmente a Santeatins não nos deu a viabilidade da conclusão da rede de esgoto, o problema não é do loteador é a falta de capacidade de ter um tratamento de esgoto, e a Saneatins pediu quatro anos pra resolver o problema”, aponta a proprietária acrescentando que dezessete lotes avaliando um total de um milhão e novecentos mil reais foram deixados calcionados para garantir a execução da rede de esgoto.

Domingas Sandes observa que está havendo uma liberação desenfreada para a instalação de loteamentos em Araguaína e opina afirmando que precisa haver uma maior fiscalização por parte do poder público quanto ao fato.

Finalizando a entrevista, Domingas Sandes afirma que o loteamento esta com a infraestrutura de redes de água e energia elétrica estão completamente finalizadas; “Foram seis anos de muito trabalho e dedicação para chegarmos onde estamos hoje e a Real Imóveis que é a cessionária de vendas do Pedro Borges tem o orgulho de dizer que este é um ds melhores empreendimentos da cidade”, pontua.

 

AO VIVO