Menu
Busca domingo, 20 de outubro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
34ºmax
21ºmin
REPERCUSSÃO

Fiscalização para retirar ambulantes das ruas agora será diária

27 janeiro 2011 - 14h57

Da Redação
 

Na manhã desta quinta-feira, 27, em entrevista exclusiva à equipe de reportagem do Portal O Norte, o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Araguaína, Nahim Hanna Halum, falou sobre as providências cabíveis que a prefeitura irá tomar relacionada à questão dos ambulantes que se instalam nas calçadas em frente aos estabelecimentos comerciais da região Central da cidade.


Ação diária de fiscalização
Em entrevista, o secretário Nahim Halum, explica que a questão, compete aos fiscais do Código de Postura do Município, mas admite que o fato afeta a Secretaria, tendo em vista que os comerciantes são os maiores prejudicados e afirma que providências para solucionar o caso a curto prazo serão imediatamente tomadas. “Tivemos a informação através do Portal O Norte que os ambulantes estão novamente trabalhando nas ruas, o fato já foi repassado ao Código de Postura e a ação de retirada será feita novamente, com um detalhe, essa fiscalização a partir dessa semana acontecerá diariamente para evitar que novos ambulantes venham parar nas calçadas em frente aos estabelecimentos comerciais de Araguaína”, garante o secretário.

Questão Social
Por outro lado, o secretário Nahim Halum reconhece que a situação financeira dos ambulantes também é algo que preocupa a administração, já que muitos desses trabalhadores precisam sustentar suas famílias, a partir da venda de seus produtos e esclarece que a prefeitura trabalha uma possível solução para o problema: “Estamos preocupados na Questão social dos ambulantes, sabemos que muitos deles são pais de família e uma vez que os retiramos das ruas, eles vão ficar sem renda”, diz, Nahim.

Shopping Popular II
No final da entrevista o secretário declara que a prefeitura já tem em vista a criação de mais um espaço adequado para instalar os camelôs que trabalham nas ruas: “Já estamos buscando uma área preferencialmente na região Central para acomodar esses trabalhadores assim como a ex-prefeita, Valderez, fez em sua gestão criando o Shopping Popular”, e finaliza reafirmando os propósitos: “Primeiro realizaremos a fiscalização para evitar os transtornos dos empresários e depois concluiremos a busca por uma área para que os ambulantes tenham um local fixo para expor e vender suas mercadorias”, pontua.



Entenda o caso

No último dia 18, o Portal O Norte publicou a matéria “Presença de vendedores ilegais revolta comerciantes em Araguaína”, onde comerciantes reclamavam da falta de fiscalização da prefeitura com relação aos ambulantes que se intalavam nas portas das lojas no Centro da cidade.

Após a denúncia noticiada, na mesma semana, fiscais do Código de Postura do Município entraram em ação para coibir o trabalho ilegal dos ambulantes. Foram apreendidas várias mercadorias entre CDs e DVDs piratas, brinquedos, controles remotos e antenas de TV.

Ontem, uma semana depois da ação realizada por fiscais da prefeitura, retornamos às principais Avenidas comerciais da cidade para verificar se havia a presença dos ambulantes nas ruas e eles foram facilmente identificados. De volta à frente dos comércios, eles andam e se instalam livremente pelas principais ruas do Centro de Araguaína.




AO VIVO