Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
23ºmin
SOS TOCANTINS

Cerca de 80 famílias indígenas recebem alimentos de projeto solidário

06 outubro 2020 - 16h00Por Ascom/DPE-TO

A solidariedade promovida pelo projeto SOS Tocantins chegou à comunidade indígena da Aldeia Takaywrá, formada por indígenas Krahô Canela, localizada a 40 km do município de Lagoa da Confusão. Cerca de 80 famílias foram contempladas com cestas de alimentos oriundas de doações.

Cumprindo todos os protocolos de segurança para prevenção à contaminação do novo coronavírus, as 80 cestas básicas e as mais de mil unidades de álcool 70% foram recebidas pelo cacique Valdete Krahô: “Agradeço a toda essa equipe que chegou nessa hora que mais estamos precisando. Isso chegou na hora certa. É muito bom ter essa parceria”.

Por conta das medidas de isolamento social causadas pela pandemia, a comunidade não tem saído da aldeia para vender seus produtos artesanais por causa do risco de contaminação, ficando sem sua principal fonte de renda e sem acesso a gêneros alimentícios. Desta forma, as doações entregues pelo Projeto serão essenciais para se evitar o risco de desnutrição e outras doenças por conta da má alimentação.

Apoiar famílias que estão em situação de vulnerabilidade social no enfrentamento da covid-19 é, inclusive, um dos principais objetivos do projeto. “As famílias daquela comunidade estão precisando muito. É gratificante ver que o SOS Tocantins pode minimizar um pouco as dificuldades que os indígenas têm passado neste momento de pandemia”, comentou o defensor público Arthur Luiz Pádua Marques, que é o coordenador do Núcleo Especializado em Defesa da Saúde (Nusa) da DPE-TO, e que esteve presente na entrega dos alimentos.

SOS Tocantins

“A campanha SOS Tocantins tem cumprido a sua missão graças à participação de todos os doadores. A responsabilidade social do Sebrae é levada a sério em todo o Estado e ao chegarmos às comunidades indígenas sentimos de perto o quão necessário se faz cada quilo de alimento para essas famílias”, afirmou a analista do Sebrae, Renata Moura.

"Os indígenas necessitados foram particularmente afetados por essa pandemia! Estamos muito felizes por poder, de alguma forma, ajudar à comunidade dos Krahô-Kanela”, destacou o procurador da República Fernando Antônio de Alencar Alves de Oliveira Junior.

O Projeto é realizado pelo Sebrae Tocantins, Defensoria Pública e MInistéio Público Federal no Tocantins. São parceiros: Tribunal de Contas do Estado (TCE), Ordem dos Advogados do Brasil - seccional Tocantins (OAB-TO), Associação Tocantinense de Supermercados (Atos), Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Tocantins (Sindifiscal) e Justiça Federal - seção judiciária do Tocantins.

Como doar

As sedes das Diretorias Regionais da Defensoria Pública são pontos de arrecadação das doações e estão localizadas nos seguintes municípios: Palmas, Araguatins, Araguaína, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Paraíso, Porto Nacional e Tocantinópolis. No site da Ação (www.sostocantins.com.br) é possível saber mais informações sobre como doar, bem como detalhes do que já foi arrecadado.

Pelo site também é possível registrar a intenção de doação. Basta clicar no link https://sostocantins.defensoria.to.def.br/doacoes/doar/ e preencher os dados solicitados.

AO VIVO