Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
23ºmin
CORONAVÍRUS

Com 12 pacientes confirmados com Covid-19, Palmas soma mais de 600 casos suspeitos

05 abril 2020 - 11h29

De acordo com o mais recente Boletim da Prefeitura de Palmas, a Capital somou mais dois diagnósticos positivos do coronavírus (Covid-19) neste sábado, 04. Agora já totalizam 12 casos confirmados, 224 descartados e 657 notificados como síndromes gripais. O Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE-Palmas Covid-19), responsável pela publicação do Boletim diário, reitera que os pacientes com sintomas de gripe passaram a aparecer na ficha de notificação municipal como casos suspeitos da Covid-19, seguindo orientação do Ministério da Saúde.

Dos 12 casos confirmados, um esteve fora do Brasil, quatro foram infectados em outros estados brasileiros e seis após contato com os casos confirmados em moradores de Palmas. Um dos casos se encontra em investigação.

O COE reforça que até o momento não há nenhum caso oficial de óbito confirmado na Capital em decorrência de coronavírus (Covid-19). Ressalta ainda que a paciente em estado grave encontra-se internada na UTI, em ventilação mecânica, mantendo o quadro clínico, conforme boletim publicado neste sábado. 

Cuidado com as fake news

A Prefeitura de Palmas lembra que todas as informações relativas à sua gestão e aos seus órgãos sempre são divulgadas pelo site e por meio das redes sociais oficias do município @cidadepalmas (Twitter/Instagram/Facebook). Os assuntos relacionados à Saúde podem ser conferidos também nas redes sociais da Secretaria Municipal da Saúde de Palmas, @semuspalmas.

O COE adverte que disseminar notícias falsas é crime tipificado no Código Penal Brasileiro (Artigo 138), o qual define que “Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime” pode levar a uma pena de “detenção, de seis meses a dois anos”, além de multa. E que, na “mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga”.

A busca de informações sobre a pandemia aumentou a disseminação de notícias falsas sobre a Covid-19, desde a ausência total de condições de tratamento até a existência de medicamentos milagrosos.  Devido à gravidade do momento, um grupo de jornalistas de Palmas se reuniu para fazer a checagem de notícias espalhadas pelas redes sociais e grupos de WhatsApp. Desde que  foi criado, em 13 de março, o 'Desminto' já checou mais de 30 desinformações que já  estão disponíveis no blog

Veja o Boletim completo aqui.

AO VIVO