Menu
Busca quinta, 09 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
DEFENSORES PÚBLICOS

Associação completa 18 anos com nova diretoria

19 maio 2011 - 10h53

Tomou posse nesta quarta-feira, 18, a nova diretoria da Associação dos Defensores Públicos do Estado do Tocantins - ADPETO. O defensor público Murilo da Costa Machado foi reconduzido ao cargo para o biênio 2011/2013. A posse marcou também a comemoração dos 18 anos da ADPETO, que foi criada em 18 de maio de 1993.

“São 18 anos de história, de luta, desafios e vitórias. Hoje a Associação está consolidada e conquistou a credibilidade de grande parte dos Defensores Públicos. Nesta nova etapa, iremos trabalhar em prol da categoria sem esquecer nosso principal objetivo que é a prestação de um atendimento de qualidade aos nossos assistidos”, afirmou o presidente Murilo Machado.

Prestigiaram o evento o vice-presidente da Assembleia Legislativa, Eli Borges; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil/Seccional Tocantins, Ercílio Bezerra; a subprocuradora de justiça, Vera Nilva Rocha; o presidente da Associação dos Magistrados do Tocantins – Asmeto, Allan Martins Ferreira; o presidente da Associação dos Procuradores do Estado do Tocantins – APROETO, Frederico Cézar Abinader Dutra; o promotor de justiça Lucas Bernardes, representando a Associação Tocantinense do Ministério Público; e o Coronel Marcos Martins do 22º Batalhão de Infantaria do Exército em Palmas.

Para o presidente da OAB/TO, a Defensoria Pública é importante para a efetivação da justiça, e os Defensores Públicos do Tocantins vêm desenvolvendo este trabalho com qualidade. “Dirigir uma instituição não é fácil. A recondução do defensor público Murilo Machado demonstra que o trabalho na gestão foi realiizado com êxito. Tenham em mim, nesta nova etapa, um parceiro. Sem a Defensoria Pública não há Justiça”, completou Ercílio.

O Defensor Público Geral, Marcello Tomaz de Souza, que também participou da posse, parabenizou o colega pela recondução. “Defensoria Pública e ADPETO têm falado a mesma língua. Existem divergências, mas o diálogo sempre prevaleceu. É dessa forma que a Defensoria Pública cresce cada dia mais”, finalizou Marcello Tomaz. (Da Ascom)
 

AO VIVO