Menu
Busca segunda, 17 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
30ºmax
23ºmin
SSP

Audiência pública para discutir redução dos acidentes de trânsito

20 outubro 2011 - 11h11

Foi realizada na tarde da última terça-feira, 18, no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins, audiência com o objetivo de discutir estratégias para a redução dos acidentes de trânsito na Capital, e também em todo o interior do Estado.

O evento teve início às 15h30 com a fala da deputada estadual Josi Nunes, que foi a autora do requerimento e preside a comissão responsável por propor soluções para a melhoria do trânsito tocantinense. Na ocasião, a deputada ressaltou a importância daquele ato, haja vista o grande número de acidentes com vítimas que tem ocorrido, principalmente em Palmas.

Um vídeo de cinco minutos, com depoimentos de vítimas de acidentes foi apresentado aos participantes do evento. Seguiu-se a isso a fala do deputado Vilmar do Detran, que foi o co-autor do requerimento, o que possibilitou a realização da audiência.

A audiência pública contou com a participação de integrantes de vários órgãos, que estão diretamente ligados às questões do trânsito no Estado, tais como a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, a Secretária Estadual da Segurança Pública, Representante do Ministério Público, Secretaria de Trânsito de Palmas e demais representantes da sociedade civil organizada.

A Secretaria da Segurança foi representada pelo secretário executivo Dr. Fernando Ubaldo e pelos peritos da Polícia Técnica e Científica, Gilvan Noleto e Gledston Vaz, que também é o presidente do Sindicato dos Peritos Oficiais do Estado do Tocantins.

Na oportunidade o secretário executivo destacou a contribuição que a Secretaria da Segurança vem prestando na elaboração de ações efetivas e concretas, para que os acidentes de trânsito possam diminuir e, consequentemente, evitar o enorme sofrimento que acomete, não só as vítimas, mas também seus familiares.

O Dr. Ubaldo ressaltou a importância de uma maior conscientização por parte, sobretudo, dos condutores de veículos automotores para que o trânsito do Tocantins, que está entre os mais violentos do Brasil, possa se tornar mais humano e, consequentemente mais seguro.

A Secretaria da Segurança, por meio da Perícia Técnica e da Delegacia Estadual de Trânsito, realizou diagnósticos e levantamentos de estatísticas dos acidentes no interior do Estado e em Palmas, a fim de promover ações visando diminuir esses índices”, concluiu o secretário.

Fernando Ubaldo afirmou que várias das ações sugeridas na audiência pública, como a inclusão da disciplina, Educação para o Trânsito, já foram discutidas e propostas no programa Agenda Tocantins.

O Perito Gilvan Noleto efetuou um levantamento detalhado das ocorrências de acidentes de trânsito ocorridos em Palmas durante o ano de 2010. Com base nessas estatísticas foi possível mapear os locais de maior incidência dos acidentes na Capital, bem como os dias e horários em que eles ocorrem com mais frequência.

De posse dessas informações, Gilvan, juntamente com outros colegas peritos, elaboraram sugestões para conter a onda de acidentes de transito que assolam Palmas. Para ele, um dos principais motivos para que o Tocantins tenha um transito tão violento, reside na deficiência da aprendizagem dos condutores, já que a imprudência e a imperícia estão entre os grandes causadores dos desastres, não só no Tocantins, mas também no Brasil. (Ascom)
 

AO VIVO