Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
23ºmin
100 DIAS DE PANDEMIA

Estado mostra balanço que indica TO com um dos menores índices de letalidade da região Norte

23 junho 2020 - 19h19

Nesta terça-feira, 23, o Estado do Tocantins completou 100 dias da primeira notificação de casos da Covid-19 e contabiliza números positivos no combate à pandemia que assola o mundo.  Decretos e portarias estaduais com medidas restritivas; convocações de profissionais; ampliação da assistência; atendimentos aos acometidos pela doença e o engajamento diuturno da equipe multiprofissional da Secretaria de Estado da Saúde (SES/TO), em todas as áreas de atuação, buscam a superação do problema sem grandes consequências para a população tocantinense.

Nestes 100 dias, segundo o último boletim epidemiológico do dia 23/06/2020, com informações do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS/TO), baseado nas análises do Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen/TO)  e nas informações encaminhadas pelos municípios, o Tocantins já registrou  8.766 casos no total (em 110 municípios), destes, 5.548 pacientes estão recuperados, 3.039 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 179 pacientes foram a óbito (em 43 municípios), com uma taxa de letalidade de 2,04%, do total confirmado no Estado.

O número de recuperados (5.5548) corresponde a 63,2% do total de casos confirmados (8.766) em todo o Estado. Os dados mostram que neste estágio da pandemia no Tocantins, o número de casos recuperados cresce numa proporção maior que o de casos ativos, o que pode ser entendido como uma desaceleração do contágio no Estado.

Conforme dados do Ministério da Saúde (MS) e do CIEVS/TO, com 24,4 mortes por 100 mil habitantes, o Tocantins tem a menor taxa de mortalidade dentre os Estados da região Norte que tem 47,8 mortes para a mesma quantidade populacional.

“Lamentamos com as famílias a perda de cada tocantinense que veio a óbito em decorrência do novo Coronavírus, mas queremos destacar que não temos medido esforços para minimizar as consequências desta pandemia que tem efeitos avassaladores em todo o planeta. Temos feito ações pontuais, conseguido ampliar nosso atendimento e a felicidade de dizer que até o presente momento nenhuma vítima deixou de ser atendida por falta de vagas ou medicação necessária para o tratamento”, destacou o titular da SES, Dr Edgar Tollini.

Entre as ações mencionadas pelo gestor está a implantação e ampliação dos leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o último Relatório Situacional de Enfrentamento da Codiv-19, divulgado pela SES, no dia 18 de junho de 2020, atualmente são 167 leitos clínicos (em 18 municípios) e 52 leitos de UTI (em cinco municípios), com retaguarda dos 9 leitos de estabilização (em cinco municípios), com capacidade de atendimento de urgência e emergência em todas as regiões do Estado, conforme dispõe a Resolução CIB Nº 109, de 10 de junho de 2020.

O relatório aponta ainda, que desde o início do registro de casos de COVID-19 no Tocantins, ocorreram 333 internações de pacientes confirmados positivos em unidades hospitalares sob gestão estadual e 2.059 atendimentos em Pronto Socorro (PS) pelo motivo registrado como “Suspeita de COVID-19” nos referidos hospitais.

Restrições positivas

Desde o início da implantação das medidas restritivas (Decretos  nº 6.087 – 27/04/2020 e  nº 6.092 – 05/05/2020), as quais determinaram o isolamento social e as restrições do movimento nas unidades hospitalares geridas pela SES, em observância às recomendações do Ministério da Saúde (MS), no que tange às internações em alojamentos conjunto, bem como a suspensão das cirurgias eletivas teve resultado positivo na taxa de ocupação da rede hospitalar que atualmente opera em torno de 33% do total de leitos e nas Unidades Hospitalares porte III a ocupação média é de 65%.

Força de trabalho

A SES conta com cerca de 12.337 servidores em seu quadro, destes, 9.693 estão lotados nas Unidades Hospitalares sob gestão estadual, perfazendo 78,6%, segundo dados do Sistema de RH no mês de maio e a pasta tem, ao longo da pandemia,ampliado a força de trabalho. Para tanto foi publicado o EDITAL - 3/2020/SES/GASEC, o qual recebeu  1.854 inscrições e até o dia  18/06/2020, 784 profissionais inscritos já foram selecionados, contratados e encaminhados aos hospitais, exclusivamente para combate à Covid-19.

Proteção dos trabalhadores

Até o último dia 18, foram detectados 280 casos confirmados de trabalhadores de estabelecimentos de saúde sob gestão da SES. O percentual de acometimento da Covid-19 entre os trabalhadores de saúde da SES é de 2,88%, número muito reduzido se comparado com os dados nacionais, cujo percentual é de 15,9%, segundo informado no Boletim Epidemiológico Especial MS nº 16 divulgado na mesma data.

A baixa taxa se deve ao constante abastecimento das unidades de saúde, com equipamentos de proteção individuais, os quais tem chegado também através da colaboração de empresas e órgãos e instituições comprometidas com a responsabilidade social. Todas a unidades seguem abastecidas destes itens e o estoque da pasta ainda conta com mais de um milhão de itens como luvas, aventais, máscaras, álcool, toucas e protetores faciais.

Testagem

O Estado segue a rotina de testagem, através do Lacen/TO, responsável pela realização dos testes de RT-PCR (Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real), recomendado pelo Ministério da Saúde como padrão ouro para o diagnóstico da doença dos quais o órgão detém mais de 39 mil kits em estoque, mesmo após realizar mais de 17 mil análises.

AO VIVO