Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
23ºmin
EM ARAGUAÍNA

Hospital de Campanha já contabiliza 40 vidas salvas no tratamento da covid19

07 julho 2020 - 19h50

Com o único Hospital de Campanha do Tocantins (HMC), Araguaína também tem se tornado referência no acolhimento de pacientes com covid-19. Desde a sua implantação no mês de maio, quase 70 pessoas já foram atendidas na unidade que fica no Setor Vila Norte e foi exclusivamente estruturada para esse tipo de tratamento.

Nos últimos dois meses, 40 pacientes que estavam internados no HMC receberam alta após serem curados da covid-19, entre eles o feirante, de 75 anos, Edevaldo Thomann, que foi o primeiro a receber alta da unidade e ganhou uma grande recepção do lado de fora.

“Confesso que ficamos muito apreensivos quando meu pai foi removido para o Hospital de Campanha e todo o medo e ansiedade mudaram depois que fomos recebidos pela equipe.  Todos sabem que no nosso país as pessoas estão sofrendo com falta de leitos e este hospital em Araguaína foi muito importante para que meu pai conseguisse vencer a doença”, contou a filha do paciente, Priscila Setúbal Thomann.

Atualmente mais de 100 pessoas entre médicos; farmacêuticos; bioquímicos e outros profissionais, trabalham no Hospital de Campanha de Araguaína que conta com 15 leitos clínicos e 5 de UTI para casos mais graves da doença. De acordo com a diretora geral do Hospital Municipal de Campanha, Maria Dulcimary Fonseca, até o fim da semana mais 20 leitos estarão prontos para receber pacientes, chegando a um total de 40.

“Foi um verdadeiro desafio implantar toda essa estrutura em tempo record, mas hoje podemos dizer que Araguaína está cada dia mais preparada para enfrentar a pandemia garantindo a segurança da população”, explicou a diretora geral do Hospital de Campanha, Dulcimary Fonseca.

Recursos
Além do investimento inicial de R$ 960 mil, a Prefeitura de Araguaína também tem recebido recursos de emendas parlamentares, como do deputado Federal Tiago Dimas e do suplente do Senado Ogari de Castro Pacheco, com articulação do senador Eduardo Gomes, além de doações de empresas da cidade, como R$ 350 mil do Grupo Nosso Lar e 100 camas clínicas do frigorífico JBS. Todos os recursos estão sendo destinados exclusivamente para a estruturação do atendimento aos pacientes diagnosticados com a covid-19.
Esta é a primeira vez que é feita a implantação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para adultos em uma cidade do Tocantins, aumentando a cobertura de atendimento da cidade que já conta com leitos de UTI exclusivos para o tratamento de crianças com covid-19 no Hospital Municipal de Araguaína.

Mais uma unidade
A previsão é que até o final de setembro Araguaína terá mais um hospital de campanha para tratamento de pacientes com covid-19. Serão 60 leitos, sendo 20 Unidades de Terapia Intensiva e 40 clínicos. A obra faz parte da primeira etapa do prédio próprio do Hospital Municipal Eduardo Medrado (HMEM) e prevê um investimento inicial de R$ 9,7 milhões.

AO VIVO