Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
23ºmin
NA MIRA DA JUSTIÇA

MP investiga pastor que prometia cura para Covid através de semente "milagrosa"

09 maio 2020 - 10h41Por Com informações da Revista Fórum

Após gravar vídeo vendendo sementes de feijão a no mínimo R$ 100 reais sugerindo a cura da Covid-19, o pastor Valdemiro Santiago passou a ser investigado pelo Ministério Público. A igreja liderada pelo pastor tem templos instalados nas principais cidades do Tocantins. 

O conteúdo está sendo analisando pelo MPF e pelo Ministério Público do Estado de São Paulo, e o pastor pode ser enquadrado no crime de estelionato.

Aliado e amigo de Bolsonaro que já se posicionou a favor da flexibilização do isolamento social, Valdemiro é líder da Igreja Mundial do Reino de Deus e reclamou que as restrições de circulação devido ao coronavírus estão prejudicando a Igreja.

Em vídeo no Youtube, o pastor mostra sementes personalizadas e recomenda que os fiéis as comprem para abençoar suas vidas. A semente mostrada é de feijão branco, e o pastor determina um valor mínimo de R$ 100 reais para a sua compra. Além disso, chega a sugerir uma cura para a Covid-19 por um valor de R$ 1.000 reais.

Valdemiro afirma que as sementes seriam identificadas pela frase “sê tu uma bênção”. Esse tipo de gravação em semente pode ser encontrada na internet, em sites nos quais se pode escolher a frase ou nome a ser gravado.

A Anvisa reforçou que “até o momento, não há medicamento aprovado para o tratamento de Covid-19” e que as ações do pastor são ilegais e podem ser enquadradas no artigo 273 do Código Penal.

AO VIVO