Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
32ºmax
22ºmin
MIRACEMA

Rainel decide deixar o PMDB após perder Diretório

19 setembro 2011 - 16h50

Rainel Barbosa, ex-presidente do Diretório de Miracema, perdeu as eleições do diretório neste domingo, 18, e decidiu que vai deixar o partido. A informação foi dada em primeira mão pelo próprio ex-presidente que destacou o descontentamento com a legenda. Rainel ainda confirmou que já recebeu convites para integrar novas siglas, mas disse que ainda não sabe para onde vai após sua desfiliação que vai ocorrer nesta terça-feira, 20.

Após ter sido derrotado nas eleições do diretório do PMDB de Miracema ocorrida neste domingo, 18, o ex-presidente, Rainel Barbosa, decidiu que vai deixar o PMDB. Em entrevista ao Site Roberta Tum nesta segunda-feira, 19, Rainel falou das eleições e do descontentamento que tem lhe causado o partido.

Nó perdemos as eleições, mas isso é um acontecimento normal. Vou deixar o PMDB, vou me desfiliar e procurar outro rumo. Quero deixar claro que não estou saindo porque perdi as eleições, estou saindo porque já houve a tentativa de nos tomar o partido e diante de tudo o que aconteceu tem uma hora que não dá mais para conviver. Não tenho nada contra o Junior Noleto e o parabenizo pelo resultado das eleições”, destacou o ex-presidente.

De acordo com Rainel, na noite desta segunda um grupo vai se reunir para debater os novos rumos políticos. “Nós vamos nos reunir nesta segunda, vamos formar um grupo e nesse grupo tem nomes fortes como o do Soldado Araújo e da Maisa Borba que tem potencial, vamos debater os novos rumos, mas a decisão de saída do partido já está tomada”, destacou.

Convites
Questionado sobre os convites que teria recebido para integrar novas legendas, Rainel informou que já foi convidado por alguns partidos. “Fui convidado pelo João Ribeiro, pelo Lázaro Botelho, pelo PDT, pelo PSD por meio da senadora Kátia Abreu e do deputado Irajá, mas vou aderir ao que for melhor para Miracema”, ressaltou o ex-presidente.

A derrota
Questionado sobre os possíveis motivos para sua derrota, Rainel explicou que a perda da presidência ocorreu por problemas na lista de filiações. “O que aconteceu foi que a renovação de filiações tem que ser feita por meio da internet e quando tentamos fazer não estava dando certo, o sistema não aceitava. Então, mandamos um ofício para o cartório com a lista do recadastrados justamente porque não conseguimos fazer isso pela internet. Só que apenas na semana passada fiquei sabendo que o juiz indeferiu o pedido e não acatou a renovação porque isso tinha que ser feito pela internet”, explicou.

Filiados não conseguiram votar
De acordo com Rainel, por conta desse problema oito pessoas da sua família deixaram de votar. “Pessoas da minha família não votaram, minha mãe não votou. Da lista que nós tentamos renovar, 25 pessoas não conseguiram votar. Do total, cerca de 150 nomes não conseguiram votar”, contou o ex-presidente. Segundo Rainel a eleição não foi perdida para o vereador Junior Noleto, “a eleição foi perdida para o TSE”.

AO VIVO