Menu
Busca sábado, 31 de julho de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
18ºmin
"QUEM MORREU, MORREU!"

Após repercussão de discurso polêmico, prefeito é notificado pelo Ministério Público

16 junho 2021 - 18h00Por Redação

Depois do discurso polêmico feito pelo prefeito de Araguatins, Aquiles da Areia (PSD), liberando a temporada de praias no município, o Ministério Público do Tocantins (MPTO) se manifestou hoje informando que o gestor foi comunicado pelo órgão.

No ofício enviado ao prefeito, o MPTO lembra a existência de um decreto municipal que proíbe aglomeração de pessoas como forma de prevenir o contágio da Covid-19.

Ainda de acordo com o documento assinado pelo Promotor de Justiça, Décio Gueirado, a liberação da praia incentivará a frequência de turistas, ferindo, consequentemente, o próprio decreto do município, que é válido até o próximo dia 30 de junho.

Em nota encaminhada à imprensa, o órgão destaca que com o fim da vigência do decreto, o MPTO estuda a possibilidade de expedir nova recomendação ao Município para que as medidas sejam prorrogadas.

O prefeito de Araguatins tem o prazo de 2 dias para responder ao ofício. 

Entenda o caso

Um vídeo que circula em grupos de WhatsApp e viralizou em redes sociais nesta terça-feira (15), mostra o discurso do prefeito de Araguatins, Aquiles da Areia (PP), ironizando as ações de enfrentamento à pandemia e declarando que não irá combater aglomerações no município. 

A polêmica fala do prefeito foi registrada durante o anúncio de uma obra de pavimentação na cidade, na oportunidade ele declara:  "Quem morreu, morreu. Quem escapou, escapou", disse o gestor afirmando ainda que será uma das pessoas que irá aproveitar a temporada de praias na região.

Para acessar a matéria na íntegra clique aqui

AO VIVO