Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
23ºmin
POLÊMICA

Após ser barrada em supermercado por não usar máscara, "Influencer" se irrita e desabafa em rede social

27 abril 2020 - 18h21Por Redação

O uso obrigatório de máscaras está dando o que falar em Araguaína, Norte do Tocantins, depois de uma “Digital Influencer” ser barrada na porta de um estabelecimento comercial por não estar usando o acessório, considerado neste momento, essencial para ajudar a prevenir o avanço da epidemia na cidade. 

O episódio teria acontecido nesse domingo (26), em um supermercado. Depois de ser impedida de entrar no local, a jovem identificada como, Gabriela Hojuara, foi embora e usou seu perfil no Instagram para desabafar sobre o assunto.

Na postagem, ela usa termo pejorativo ao fazer referência ao prefeito, Ronaldo Dimas, criticando o decreto que tornou o uso obrigatório de máscaras em locais públicos e afirma ter achado um absurdo ter sido barrada pela empresa, a qual ela já teria feito inclusive “propaganda de graça”.

(Foto: Reprodução)

Gabriela Hojuara desconsiderou o avanço da epidemia no Brasil e opinou: "Máscara é pra doentes, hospital, idosos e profissionais, seus burros!"

(Foto: Reprodução)

Irritada, no post seguinte ela se defende afirmando que “Rede social é particular” e acrescenta que nela, as pessoas podem escrever "o que quiser". 

(Foto: Reprodução)

Confira as postagens na íntegra: 

O Portal O Norte procurou a rede de supermercados, que preferiu não se manifestar sobre o ocorrido, mas destacou que tem tomado todas as medidas preventivas determinadas pelo município em relação ao decreto vigente.

Depois da polêmica, a “Influencer” deletou os stories acima e ativou o modo privado em seu perfil na rede

O Portal O Norte também entrou em contato com a “Digital Influencer” para se manifestar sobre o ocorrido, contudo ela se recusou a se pronunciar sobre o assunto e ainda ameaçou o veículo de processo judicial. 

O decreto 

Desde o dia 17 deste mês, está em vigor na cidade, a medida que obriga o uso de máscaras em locais públicos, inclusive no comércio.   

A regra foi regulamentada pelo Decreto Municipal nº 217/20, que está publicado no Diário Oficial do último dia 6. A multa para quem for flagrado sem o item é de R$ 50, sendo R$ 100 por reincidência e no terceiro flagrante a pessoa responderá por crime contra ordem e saúde pública. A receita oriunda de eventuais multas será destinada à aquisição de equipamentos e insumos para o combate à pandemia.
 
A fiscalização está sendo feita conjuntamente pela Vigilância Epidemiológica, Fiscalização Ambiental, Fiscalização de Posturas, Fiscalização Sanitária, Fiscalização Fazendária e Agência de Segurança, Transporte e Trânsito, com apoio das Polícias Militar, Civil e Ambiental e Corpo de Bombeiros. 

As denúncias de descumprimento da regra, podem ser feitas peles telefones 190; 9.9949-5394; 3411-5640 e 3411-5639 em horário comercial; por mensagem via Whatsapp 9.9972-6133; ou e-mail 

Cenário do Covid-19 em Araguaína

A cidade contabiliza atualmente, 24 casos confirmados de pessoas infectadas com o Coronavírus. Nos últimos dias, o número de casos aumentou de forma repentina e diante disso, o prefeito colocou a cidade em estado de alerta e já estuda medidas mais rigorosas, caso as notificações continuem a crescer demasiadamente. 

AO VIVO