Menu
Busca sexta, 21 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
30ºmax
22ºmin
ARAGUAINA

Catadora de lixo poderá ser obrigada a pagar multa de até sete mil reais

02 setembro 2011 - 08h41

Da Redação
 

Após publicação de matéria onde moradores da Rua dos Buritis no setor Araguaína Sul reclamaram do acúmulo de lixo na residência de uma catadora de material reciclável, o Portal O Norte procurou a Vigilância Sanitária do município para falar sobre o assunto.

De acordo com os moradores, a vizinha denunciada, dona Iraci de Jesus, estaria acumulando uma enorme quantidade de lixo há pelo menos dois anos dentro e fora de casa. (Veja a matéria na íntegra aqui)

Nossa equipe conversou com o coordenador da Vigilância Sanitária, Orialle Anderson Barbosa. De acordo com o coordenador o problema, que já se arrasta por dois anos, ainda não era do conhecimento do órgão de fiscalização. Orialle afirmou ainda que a Vigilância Sanitária só age quando há denúncia.

O coordenador acrescentou também que a catadora de lixo será notificada ainda esta semana. Segundo ele, a mulher poderá ser obrigada a pagar multa no valor de R$300 reais a R$7 mil reais. Caso a catadora não tenha condições de pagar a quantia estipulada, a casa dela poderá ser interditada, avisa Orialle Barbosa.

O coordenador também quer urgência na solução do caso. Segundo ele a catadora tem só cinco dias para se adequar às exigências do órgão.

A vida da catadora
Dona Iraci de Jesus, 59 anos, mora numa casa de tábua e vive da função de catar material reciclável há doze anos. A idosa não sabe o quanto arrecada por mês com a venda do material, mas garante que com o dinheiro que ganha dessa profissão, sustenta três filhos e mais um neto de três anos.
 

AO VIVO