Menu
Busca quarta, 19 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
29ºmax
24ºmin
JORNALISTA AGREDIDA

Programas mostram imagens divergentes sobre a agressão

12 setembro 2011 - 09h40


Dágila Sabóia
Da Redação


Na última terça-feira, 6, uma polêmica envolvendo a apresentadora, jornalista e diretora da TV Líder/RedeTV em Araguaína, Silene Borges e um segurança do governador Siqueira Campos (PSDB), repercutiu em todo o Estado.

A jornalista, que acusou o segurança de agressão quando ela tentava se aproximar do governador para entrevistá-lo, no mesmo dia registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia de plantão da cidade. Ao sair da delegacia, Silene Borges concedeu entrevista à imprensa presente e ao terminar o relato passou mal, desmaiou e foi encaminhada ao Hospital Regional de Araguaína. O Portal O Norte registrou as imagens no momento em que a apresentadora desmaiou em frente às câmeras.

Programa Agora
Já as imagens que mostram o momento em que Silene teria sido agredida pelo segurança, foi registrada pelo cinegrafista do Programa Agora apresentado por Tomaz Xavier. As imagens mostram o momento exato em que teria ocorrido a agressão. (Confira a matéria na íntegra)

Programa Alerta Total
Após a polêmica, o vereador Geronimo Cardoso, que apresenta o programa local “Alerta Total”, trouxe ao ar um vídeo mostrando um outro ângulo do momento em que a jornalista tentava falar com o governador. As imagens capturadas pela câmera do cinegrafista não mostram a cotovelada que teria atingido a jornalista e aponta a apresentadora batendo como o microfone no braço do segurança. Em sua descrição da cena, Geronimo Cardoso interpreta que “o segurança apenas dobrou o braço para se defender da agressão da repórter que o agrediu tacando o microfone”, disse.

Sindicato dos Jornalistas
O representante do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Tocantins – Sindjor, em Araguaína, Alberto Rocha, disse que está convencido de que não houve nenhuma agressão à repórter Silene Borges, por parte do segurança do governador.

Alberto em entrevista ao programa Agora, que acompanha o depoimento na delegacia, havia dito que o sindicato não compactuava com nenhum tipo de agressão a profissionais de imprensa e o caso seria comunicado à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e à Federação Nacional de Jornalistas, Fenaj.

Após as imagens reveladas pelo programa Alerta Total, Alberto Rocha se pronunciou ao Portal O Norte apontando sua conclusão sobre o caso: “A minha entrevista à TV foi baseada em depoimento da suposta pessoa agredida e de colegas da imprensa que estavam na delegacia e que diziam ter presenciado a agressão à jornalista. Naquele momento acreditei que tivesse acontecido mesmo uma agressão, o que de fato não ocorreu, como mostram as imagens reveladas agora por outro ângulo”, pontua Alberto Rocha.

Vídeo mostra o momento em que teria ocorrido a agressão por parte do segu-
rança do governador à jornalista em Araguaína:

 


Confira o vídeo do Programa Alerta total que mostra o momento em que Silene
Borges atinge o segurança com microfonadas:

 

AO VIVO