Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
CASA ABRIGO

Após inauguração, moradores de rua ainda é um grande incômodo

10 novembro 2011 - 08h13

Da Redação
Portal O Norte


Há meses o Portal O Norte acompanha de perto a questão dos moradores de rua em Araguaína. É comum para quem transita, por exemplo, na Avenida Cônego João Lima, se deparar com sujeitos usando trapos, jogados pelo chão, muitas vezes dormindo em cima de papelões e pedindo esmola pra quem passa.

A impressão de quem anda diariamente pela região central da cidade, é que é cada vez maior o número de indivíduos que fizeram das ruas a sua própria casa.

As duas principais praças da cidade, Dom Orione e Bandeiras, há muito tempo servem como moradia para estas pessoas que não teriam um lugar para se abrigar. Não teriam, mas agora tem, afinal recentemente foi inaugurada a tão esperada Casa Abrigo, que teve o anúncio de sua instalação ainda no mês de janeiro deste ano, com o objetivo de dar apoio estrutural e pisicológico aos moradores de rua.

No entanto, a recente inauguração da Casa, pela prefeitura através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, parece não ter surtido o efeito esperado. Apesar da estrutura para acomodar os moradores de rua, o fato é que eles ainda continuam sendo um incômodo tanto para pedestres quanto para comerciantes.

Depois de tanto atraso e burocracia para a instalação da Casa Abrigo, a vendedora Solange dos Santos, 28 anos, que só tomou conhecimento da existência do lugar através de nossa reportagem, diz que é lamentável olhar pra rua e ver que nada mudou. “Todo dia é a mesma coisa, nem sabia que esse lugar existia aqui na cidade, mas se existe, porque as coisas continuam assim? Se não levarem a sério o problema, isso com certeza vai piorar”, adverte Solange que convive diariamente com o problema lembrando que além de atrapalhar o movimento nas calçadas, eles ficam nas portas das lojas incomodando os clientes que chegam e saem dos estabelecimentos comerciais.

Nossa equipe entrará em contato com a Secretaria responsável pela manutenção na Casa, para saber mais detalhes de como estão sendo executados os trabalhos na unidade.

AO VIVO