Menu
Busca domingo, 15 de setembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
37ºmax
23ºmin
CAMPANHA

Araguaína terá mutirão de combate e prevençào à leishmaniose

07 agosto 2019 - 11h46

A Prefeitura de Araguaína está realizando a Semana Nacional de Controle e Combate às Leishmanioses. As ações iniciaram na última segunda-feira (5) e vão até o dia 14. Além da intensificação das visitas rotineiras que os agentes de combate às endemias fazem às residências, também estão sendo apresentadas atividades socioeducativas nas escolas e na Via Lago. No ponto turístico, as apresentações serão de quinta-feira a sábado, dias 8 a 10, das 17 às 20 horas.

Dentre as novidades do evento na avenida está a estreia de um tapete pedagógico que será usado como jogo de tabuleiro. Na interação, as crianças são separadas em grupos que jogam dados e avançam às casas para vencer a competição. A cada rodada elas precisam ler as mensagens de prevenção contidas no local onde colocaram seus botões. No local, também haverá teatro de fantoches e exposição do mosquito palha, que é o transmissor da doença.

Além das medidas nas escolas e no ponto turístico a Prefeitura também está levando conhecimento aos bairros, com mais de 100 agentes orientando e fiscalizando os quintais. O trabalho é fundamental para que o número de casos continue caindo gradativamente. Em comparação a 2018, o primeiro semestre deste ano registrou 10 casos a menos, uma queda de 40%.

Atividade nas escolas

Quatro escolas estão no cronograma de atividades da campanha. A primeira foi a Escola Espírita André Luiz, no Setor Morada do Sol. Na unidade, as crianças tiveram a apresentação do teatro de fantoches abordando o tema leishmanioses nesta manhã de terça-feira, 6. Amanhã, 7, às 10 horas, será a vez da Escola Estadual Vila Nova, na Vila Norte, ter uma palestra sobre a prevenção e tratamento da doença.

Os próximos alunos a receberem as atividades da Semana serão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO), na quinta-feira, 8, às 14 horas, com palestra de prevenção e tratamento. E fechando o ciclo de atividades nas escolas, os jovens da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) receberão a mesma palestra às 8 horas da quarta-feira, 14.

Como prevenir

Para prevenção e combate ao mosquito-palha, transmissor da leishmaniose, é preciso manter os ambientes internos e arredores da casa limpos; evitar acúmulo de matéria orgânica (restos de folhas, frutas e fezes de animais); não criar galinhas na zona urbana; seguir as orientações dos agentes de endemias, agentes comunitários de saúde e dos fiscais municipais; e autorizar a coleta de sangue dos cãezinhos para diagnóstico da leishmaniose visceral canina.

Sintomas

Os sintomas da leishmaniose visceral em humanos são: febre com duração prolongada, emagrecimento, fraqueza, anemia, hemorragias, palidez e queda do estado geral.  

Ao Vivo