Menu
Busca sábado, 12 de junho de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
20ºmin
BEM ESTAR

Conheça o óleo natural que pode ser aliado das mulheres contra a TPM

28 maio 2021 - 11h02Por UOL/Viva Bem

O óleo de prímula é extraído de uma planta chamada Oenothera biennis e ganha destaque por ser rico em ácidos graxos, principalmente ômega 6. Ele é famoso por ser aliado das mulheres principalmente na TPM e na menopausa.

No entanto, não há comprovação científica para nenhum desses efeitos: "A maioria dos benefícios do óleo de prímula para a saúde ainda está sendo estudada, mas ainda não existem grandes estudos científicos que os comprovem", explica o nutrólogo Durval Ribas Filho, presidente da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia).

Quer saber mais sobre o que é conhecido ou não sobre as propriedades desse óleo? Conversamos com especialistas para tirar as principais dúvidas.

Óleo de prímula: benefícios e como usar

Óleo de prímula pode ajudar mulheres que sofrem com forte TPM?

A tensão pré-menstrual ocorre devido às mudanças hormonais ao longo do ciclo menstrual. O óleo de prímula tem sido bastante associado ao alívio dos sintomas dessa fase.

"Hoje ele é indicado como tratamento coadjuvante por ser grande fonte de um ácido que auxilia na redução das prostaglandinas inflamatórias e no aumento das anti-inflamatórias que dão alívio nas cólicas menstruais, dores nas mamas e na retenção hídrica", explica a nutricionista Gisele Pontaroli Raymundo, professora do curso de Nutrição da PUC-PR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná).

A nutricionista Clarissa Fujiwara ressalta que alguns estudos sugerem que as mulheres com TPM apresentaram deficiência de ácido gamalinolênico. "Mas cabe ressaltar que a literatura que explora esse tópico apresenta baixa qualidade e as limitações metodológicas dos estudos podem tornar difícil avaliar a eficácia do óleo de prímula", pondera.

Qual a relação do óleo de prímula e a menopausa?

Mais uma vez, o ácido gamalinolênico é apontado como responsável pelo benefício para mulheres que passaram pela menopausa. No entanto, uma revisão sistemática de 2005 mostrou que não havia evidências à época desse benefício.

Óleo de prímula ajuda a emagrecer? Também não há evidências científicas de que o óleo de prímula ajuda no emagrecimento. Em sua composição não há muitos componentes normalmente relacionados à perda de peso também.

Óleo de prímula pode ajudar no tratamento da artrite reumatoide? O óleo de prímula parece ser aliado de pacientes com artrite reumatoide, principalmente no combate à dor causada pela doença. "Em revisão sistemática Cochrane, o óleo de prímula provavelmente melhorou a dor na artrite reumatoide e provavelmente não aumentou os eventos adversos", comenta Fujiwara.

Além disso, acredita-se que o ácido gamalinolênico seja importante para manter a estrutura e função celular das articulações e possa auxiliar a regular e promover respostas anti-inflamatórias no organismo. No entanto, ainda faltam evidências consistentes nesse sentido.

Óleo de prímula pode ajudar em problemas de pele como acne?

Um dos ácidos graxos mais abundantes no óleo de prímula é o linoleico (da família do ômega 6). "Tanto ele quanto o ácido gamalinolênico contribuem para o bom funcionamento de muitos tecidos do corpo humano, pois são precursores de compostos que levam à geração de eicosanoides anti-inflamatórios", considera Fujiwara.

Muitos dos problemas de pele, como acne, eczema, psoríase e dermatite são inflamatórios. Um estudo randomizado e placebo controlado mostrou que o tratamento com óleo de prímula (contendo ácido gamalinolênico), por via oral, causou redução dos sintomas de dermatite atópica. Mas não há muito mais estudos nesse sentido que corroborem este resultado.

O óleo de prímula ajuda a reduzir o colesterol?

De acordo com Raymundo, os eicosanoides anti-inflamatórios também podem estar associados a uma redução do colesterol. No entanto, não há evidências específicas sobre o benefício.

AO VIVO