Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
21ºmin

Governador em exercício participa de reunião do Conselho da Sudam

18 novembro 2011 - 08h11

O governador em exercício João Oliveira participou nesta quinta-feira, 17, da décima reunião do Conselho Deliberativo da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), em Belém-PA. Durante o encontro foram discutidas e aprovadas proposições para uso dos recursos dos fundos Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) e de Desenvolvimento da Amazônia (FDA). Acompanhando o governador em exercício estiveram o deputado federal Irajá Abreu e o técnico da Seplam – Secretaria do Planejamento e da Modernização da Gestão Pública, Félix Valois Bezerra.

Entre os assuntos deliberados na reunião esteve a mudança no financiamento de projetos de energia para a região Norte, que deverá ser aplicado em projetos ligados à estrutura dos Estados, como: portos, rodovias, ferrovias e energia, como também no financiamento de empreendimentos industriais que fomentem a geração de emprego e viabilize novas oportunidades de negócios para as empresas locais.

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, que coordenou a reunião, garantiu que o Ministério vai priorizar o investimento em empresas de pequeno e médio porte na Amazônia e que R$ 1,7 bilhão será destinado à ampliação, modernização e criação de empreendimentos locais em diversos segmentos. O ministro citou a disposição da presidente Dilma Rousseff em apoiar a criação de uma classe empresarial local e em particular a economia da região Norte.

O governador em exercício João Oliveira levou à reunião importantes reivindicações dos comerciantes do setor de serviço e produtores rurais do Tocantins. “A questão dos juros altos praticados pelo Banco da Amazônia (BASA), com relação ao que é praticado pelo Banco do Nordeste, e a questão da burocracia, no tocante à morosidade na análise de projetos, são fatores que dificultam a atração de investimentos para o Estado”, colocou em discussão.

O deputado federal Irajá Abreu, que fez parte da mesa de trabalho e também contribuiu para as discussões, lembrou que a fala do governador em exercício reflete o desejo dos empresários tocantinenses e consequentemente de todos os outros Estados que compõem a Amazônia Legal. “Com os juros mais baixos e a agilidade na análise de projetos será possível fazer com que os Estados possam se desenvolver ainda mais, e assim, gerar mais emprego e renda para a população", pontuou.

Já para o técnico da Seplam, Félix Valois Bezerra, a aprovação da Proposição nº 33, que trata da criação de um novo Programa de Financiamento às Micro e Pequenas Empresas (FNO-MPE), visando sua inclusão no Plano de Aplicação de Recursos do FNO para 2011, “é uma retomada do papel da Sudam, em não apenas abastecer o país com as riquezas dos Estados do Norte e Nordeste, mas principalmente promover o desenvolvimento da Amazônia”, acentuou.

A reunião foi coordenada pelo Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, e teve a participação do governador Camilo Capiberibe (Amapá), Confússio Moura (Rondônia), João Oliveira (Tocantins, em exercício) e dos vice-governadores Helenilson Pontes (Pará), Carlos Messias (Acre), Francisco Rodrigues (Roraima), Washington Luiz (Maranhão) e do superintendente da Sudam, Djalma Mello, e conselheiros representantes do Banco da Amazônia, de Confederações Nacionais do Comércio (CNC), dos Trabalhadores da Agricultura (Contag) e dos Trabalhadores na Indústria (CNTI). (Da Secom)

AO VIVO