Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
21ºmin
TOCANTINS

Recém-nascido sofre com tumores gigantes e burocracia atrasa cirurgia

28 setembro 2019 - 09h45Por G1 Tocantins

O recém-nascido Antony Levi Benvindo Freitas precisa de cirurgias urgentes para retirar tumores gigantes que estão espalhados por todo o corpo dele. O bebê nasceu no dia 4 de agosto deste ano e desde então o tamanho dos tumores já dobrou, de acordo com a família. Antony foi diagnosticado com linfangioma, uma malformação linfática que faz com que células saudáveis se desenvolvam incorretamente.

A família procurou o Ministério Público Estadual porque, apesar da urgência da cirurgia, ela ainda não foi realizada. A criança está internada no Hospital e Maternidade Dona Regina, a maior unidade pública do tipo no Tocantins.

No último dia 5 de setembro, o juiz Frederico Paiva Bandeira deu uma liminar ordenando que a cirurgia fosse realizada em no máximo cinco dias. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) foi notificada na mesma data da decisão, mas o procedimento ainda não foi realizado.

A SES disse que o Estado não realiza o procedimento que o bebê necessita e que disparou para ampla cotação em todo o país, em obediência à legislação. Apenas o Hospital AC Camargo Câncer Center, de São Paulo, manifestou interesse, porém o orçamento do procedimento cirúrgico pode ser repassado somente após consulta médica e avaliação que devem ser pagas antecipadamente, o que é vedado à administração pública.

Segundo o Governo, a Justiça foi informada de toda a situação para que o juiz determine como será feito o atendimento à criança. Não há previsão para a cirurgia. A SES disse que Antony Levi está recebendo todos os cuidados da equipe no Hospital Dona Regina.

AO VIVO