Menu
Busca sábado, 11 de julho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
21ºmin
NO TOCANTINS

Fundo vai liberar mais de R$ 10 milhões para linha de crédito a empreendedores

28 fevereiro 2020 - 08h02

Com o objetivo de trocar informações e discutir a viabilidade de parcerias voltadas a divulgação do Fundo Geral do Turismo (Fungetur), representantes do Governo do Estado e do Conselho Empresarial de Turismo (Cetur) da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Tocantins (Fecomércio), estiveram reunidos nesta quinta-feira, 27, na sede da Federação, em Palmas. Foram disponibilizados R$ 10,6 milhões para três modalidades distintas, mas novos aportes poderão ser solicitados, conforme a demanda da classe.

“A Fecomércio e o Cetur têm interesse em contribuir na difusão de informações sobre esta linha de crédito junto aos empresários do setor”, confirmou o presidente do Conselho, Cristiano Rodrigues, lembrando que o interesse em conhecer o produto gerou o convite ao Governo do Estado. 

O secretário de Indústria, Comércio e Serviços (Sics) e responsável pela Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra, que em nome do governador Mauro Carlesse, atuou junto ao Ministério do Turismo (MTur) pela liberação da linha de crédito, enfatizou a participação do Sistema Fecomércio em ações importantes, como pesquisas de fluxo turístico e eventos do Carnaval 2020. “Esse é um projeto de Estado, não de Governo”, enfatizou, reiterando que o Governador é simpático a essa parceria.

A Agência de Fomento foi representada pela Diretora Operacional, Agda Raquel Firmino da Silva, e a coordenadora de Prospecção, Betânia Bernardes Conceição da Silva, que apresentaram detalhes sobre o Fungetur. “Esse projeto é uma oportunidade de crescimento para microempreendedores individuais, pequenos, médios e grandes”, pontuou Agda Raquel Firmino da Silva.

Segundo a coordenadora de Prospecção, o limite de R$ 300 para empréstimos visa pulverizar o recurso ao maior número de empresários. “Lembrando que 90% das nossas operações são voltadas ao microcrédito”, disse Betânia Bernardes Conceição da Silva.

O presidente interino da Fecomércio, Domingos Tavares, lembrou que é fundamental aos empresários a garantia de facilidade de acesso ao crédito, pois este é um gargalo para aqueles que buscam aporte junto a instituições bancárias.

As representantes da Agência de Fomento lembraram que, em parceria com a Sics/Adetuc serão realizadas ações nas regiões turísticas do Estado visando a divulgação do programa. “Também produziremos, com apoio da Secretaria da Comunicação, uma cartilha detalhando as condições para a aquisição do crédito e documentação necessária”, informou a diretora operacional da Agência de Fomento.

De acordo com a presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-TO), Ana Paula Setti, parcerias na divulgação de linhas de crédito como esta são fundamentais para alcançar o maior número possível de empresários. “É nossa função é difundir junto aos associados”, disse.

Critérios

O benefício é voltado aos empresários com empreendimentos nos municípios que integram o Mapa do Turismo do Estado e presentes no sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor, o Cadastur, do Ministério do Turismo.

Para ter acesso à linha de crédito, os interessados poderão apresentar plano de negócios junto a Sics/Adetuc para uma pré-avaliação e assessoramento para adequação do projeto, a fim de se enquadrarem nos critérios estabelecidos pelo conselho gestor, que também é integrado pela Agência de Fomento.

Podem ser financiados projetos de obras civis para implantação, ampliação, modernização e reforma de empreendimentos turísticos e capital de giro associado; aquisição de bens destinados a empreendimentos turísticos e capital de giro associado, e ainda capital de giro destinado a empreendimentos turísticos. A taxa anual é de 5% a 7% mais INPC ao ano, conforme a modalidade.

AO VIVO