Menu
Busca domingo, 17 de outubro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
36ºmax
25ºmin
EM ARAGUAÍNA

Hospital de Campanha vai virar pronto-socorro infantil e prefeitura já prepara mudança

22 setembro 2021 - 12h15

Com apenas quatro pacientes internados atualmente em leitos de UTI (unidade de terapia intensiva) do HMC (Hospital Municipal de Campanha) de Araguaína e ocupação de três leitos clínicos da unidade que atende casos de covid-19, a Prefeitura já iniciou os preparativos para a implantação do pronto-socorro infantil no local, por meio da Secretaria da Saúde. 

Para manter a assistência à saúde e permanecer o fluxo para atendimento de urgência e emergência e internação clínica dos pacientes com covid-19 no Município, a implantação começará a partir de 1º de outubro com a desmobilização gradativa dos leitos de UTI adultos e pediátricos covid-19 do HMC. Na data, também encerra o contrato do Municipio com o Isac (Instituto Saúde e Cidadania), responsável pelo gerenciamento e a operacionalização da unidade e do HMA (Hospital Municipal de Araguaína).
 
“O Município ainda conseguiu a prorrogação do contrato com o Isac por mais 90 dias. O prédio não deixará de funcionar, a mudança será feita de forma gradativa, com a desativação dos leitos de UTI, à medida que o número de casos de covid-19 seja reduzido. Até o mês de janeiro, o Hospital de Campanha vai manter os leitos clínicos, pronto atendimento de urgência e emergência e leitos de estabilização.  A partir daí, será implantado no local o pronto-socorro infantil, atendendo casos de urgência e emergência pediátrica”, explicou a secretária municipal da Saúde, Ana Paula Abadia.

A Saúde ainda levou em consideração o significativo avanço na vacinação contra covid-19 em Araguaína, com mais de 87% da população adulta já vacinada com a primeira dose e aplicação da segunda dose seguindo os prazos estipulados no Plano Nacional de Imunização.

Atendimento exclusivo
O pronto-socorro infantil irá atender urgências e emergências pediátricas 24 horas por dia e contará com uma infraestrutura completa, tecnologia e equipe multiprofissional. O serviço irá ampliar a infraestrutura da rede hospitalar, tornando o serviço de emergência possível com atendimento exclusivo para crianças.

“Os pacientes com covid-19 continuarão sendo atendidos pelo Município nos leitos que estão disponíveis em outras unidades hospitalares e que atualmente atendem a nossa demanda. No caso dos leitos pediátricos, o atendimento será realizado no Hospital Municipal, no leito de isolamento da UTI pediátrica”, esclareceu ainda a secretária.

Investimento
O Hospital de Campanha de Araguaína foi instalado de forma temporária no prédio do novo Hospital Municipal Eduardo Medrado. A primeira etapa foi entregue ainda no ano passado e atualmente conta com 36 leitos, sendo 10 leitos de UTI, 20 clínicos e 6 leitos de estabilização, destinados exclusivamente à pacientes com covid-19.

O recurso investido na construção da primeira etapa do Hospital Municipal Eduardo Medrado foi de aproximadamente R$ 9 milhões, sendo 66% de contrapartida do Tesouro Municipal. A obra completa terá um investimento total de mais de R$ 22,9 milhões e substituirá a atual unidade que funciona um prédio alugado. Parte do investimento, R$ 19,3 milhões, são oriundos de emenda impositiva da bancada federal tocantinense e R$ 3,5 milhões do Tesouro Municipal. A área será de aproximadamente nove mil  m² (metros quadrados), com possibilidade de ampliação vertical no futuro, podendo chegar a mais de 15.000 m².

AO VIVO