Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
26ºmax
22ºmin
EM GURUPI

MP dá prazo de 48h para prefeita endurecer medidas contra avanço da Covid

03 março 2021 - 10h09Por Redação

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) pediu, nesta terça-feira (02), que a Prefeitura de Gurupi adote novas restrições e endureça as medidas de combate ao Covid-19 no município.

O pedido foi realizado levando em consideração a grave situação dos hospitais da cidade. O texto ainda afirma que o sistema de saúde está à beira do colapso e que todos os leitos de UTI já estão ocupados.

O documento foi assinado pelo promotor de Justiça Marcelo Lima Nunes, que pede ao município a suspensão de reuniões e eventos públicos, a criação de barreiras sanitárias nas entradas da cidade e a avaliação da possibilidade de decretar um toque de recolher.

Além disso, foi solicitado à prefeitura, a ampliação dos leitos clínicos para cuidar de pacientes com Covid-19 nas Unidade de Pronto Atendimento especializada no tratamento dos casos da doença. O Estado e o comando da Polícia Militar (PM) devem ser notificados sobre a gravidade da situação.

Em resposta, a prefeitura informou que ainda não foi notificada oficialmente sobre a recomendação do MP, mas afirmou que já vem tomando medidas restritivas, educativas e fiscalizadora no combate ao coronavírus.

O pedido tem um prazo de 48h para ser cumprido, caso o contrário, sem uma justificativa, o caso será denunciado à Justiça como crime de responsabilidade e improbidade administrativa.

 

AO VIVO