Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
33ºmax
23ºmin
TOCANTINS EM FOCO

Escola de Gurupi referência no Brasil será destaque no Fantástico

11 novembro 2011 - 20h06

A Escola Estadual Presidente Costa e Silva, de Gurupi, ganhadora do prêmio Escola Referência Brasil de Gestão Escolar será destaque no Programa Fantástico deste domingo, 13, que começa às 19h45. A reportagem abordará a metodologia de ensino diferenciado, que levou o colégio a ser eleito como modelo para todo o país.

A escola foi fundada em 1973, já tendo atendido Educação Infantil, Ensino Fundamental (séries iniciais e finais), Educação de Jovens e Adultos (1º e 2º segmentos) e Educação Especial, e atende288 estudantes. Embora localizada na área central e comercial do município de Gurupi, a clientela é formada por jovens oriundos de outros bairros, a maioria de baixa renda e vivendo em situação de risco. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) apresentado em 2007 foi de 3,7. Em 2009, pulou para 5,1.

Contando com uma boa infraestrutura física, a escola desenvolve um projeto pedagógico pautado na discussão coletiva, envolvendo seus vários segmentos. Considerando a realidade dos alunos, tem implementado um currículo baseado em projetos e atividades extracurriculares. Suas práticas deixam transparecer a ideia de que sua função social, como escola, é direcionar ações que visem à formação integral do aluno para lhe permitir atuar como agente transformador da realidade.

Possui uma equipe pedagógica que, desde 2008, vem sofrendo alterações mínimas em sua composição, bem como poucas transferências e admissão de novos alunos. Em 2009, alcançou a meta do Ideb prevista para o ano de 2011.

Gestão de Resultados Educacionais
Os resultados alcançados pelos alunos são analisados no bimestre, no semestre e durante o ano letivo, de maneira articulada a ações pedagógicas que podem ser mantidas ou alteradas. A escola analisa os resultados das avaliações internas e externas (Prova Brasil), redirecionando, assim, seu fazer pedagógico, além de aumentar o nível de compromisso da coletividade em relação aos resultados obtidos pelos alunos.

A escola tem desenvolvido uma forma própria para trabalhar casos de alunos de baixo rendimento – Metodologia de Ensino por Bloco de Disciplinas – que permite ações de intervenção junto a eles. Tais ações mostram-se relacionadas à análise dos avanços e desafios que influenciam o rendimento, sendo desenvolvidas nos seis conselhos de classe realizados durante o ano letivo.

Recentemente a escola alcançou índice zero na evasão. O resultado foi alcançado a partir do controle da freqüência dos alunos, por meio de ações diversas como monitoramento diário, visitas domiciliares, encontros entre alunos e ex-alunos, atendimentos individuais e coletivos. (Ascom/Seduc)

AO VIVO