Menu
Busca segunda, 06 de julho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
20ºmin
SAÚDE PÚBLICA

Quarta unidade de referência para Covid em Araguaína inicia atendimento hoje

03 junho 2020 - 07h38

A comunidade dos setores da região norte de Araguaína terão uma unidade de referência para atendimento a pacientes com sintomas leves de covid-19 mais próximo de casa. A partir desta quarta-feira, 3, a Unidade Básica de Saúde Dr. Raimundo Gomes Marinho, no Setor Maracanã, atenderá exclusivamente aos casos suspeitos da doença.

Além de reforçar o atendimento já ofertado em outras três, nos setores Couto Magalhães, Alto Bonito e Bairro JK, a unidade será implantada com o objetivo de evitar que pacientes com sintomas leves da doença procurem a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que tem como prioridade o atendimento de casos moderados e graves.

Assim como as demais, a unidade terá capacidade de atendimento médio diário de 80 pacientes, com atendimento das 7 às 19 horas, e equipe formada por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, farmacêuticos e auxiliares de limpeza.

Comunidade local
Os moradores cadastrados na UBS Dr. Raimundo Gomes Marinho receberão atendimento em outras unidades próximas.

Serviços como renovação de receitas para pessoas em tratamento contínuo (hipertensos, diabéticos e saúde mental), sonda vesical de demora, gestantes com acompanhamento pré-natal já agendado ou a começar, vacinação, teste do pezinho, curativos e dispensação de medicamentos podem procurar as seguintes UBS: Maria dos Reis (Setor Barros), UBS Couto Magalhães (Avenida Perimetral, Setor Couto/antiga policlínica), UBS Manoel Maria (Cimba) e UBS Senador Benedito (Setor José Ferreira).

Já outros acompanhamentos como pacientes de hanseníase e tuberculose serão atendidos na UBS José Ronaldo (Setor Dom Orione). Os serviços de atendimento domiciliar seguem suspensos em todas as unidades devido à pandemia.

De olho nos sintomas
Febre até 38 graus, dor de garganta, coriza e perda de paladar e olfato, caracterizam os sintomas leves. Pessoas com esses sintomas devem procurar uma das quatro unidades de referência, onde passarão por atendimento médico e serão orientadas sobre o isolamento social de 14 dias. Conforme a avaliação do profissional, passarão pelo teste para confirmação da doença.

Já sintomas como febre acima dos 38 graus, tosse com ou sem catarro, dor no peito e nas costas, dor de cabeça, dificuldade para respirar e cansaço, caracterizam os casos moderados a graves. Nesses casos, a orientação é procurar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no setor Araguaína Sul.

Serviços complementares
A partir da consulta médica, o paciente com covid-19 é orientado sobre o isolamento social e todos os cuidados para evitar a contaminação entre familiares. Esses pacientes são monitorados diariamente por telefone e, além do monitoramento, recebem assistência psicológica, indicada pelos profissionais que realizam o monitoramento.

O objetivo da assistência é reduzir os impactos da doença à saúde mental do paciente, como o medo e a ansiedade durante o período de isolamento.

Entre as orientações levadas aos pacientes em tratamento está a busca por atividades que trazem calma e bem-estar. “É importante que tentem se desintoxicar do bombardeio de informações negativas e que procurem se ocupar com outras atividades, como a leitura de livros e filmes que passam mensagens otimistas”, explicou a psicóloga do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), Kassia Gabrielly Carvalho.

AO VIVO