Menu
Busca quarta, 20 de novembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
THIAGO BONFIM

Servidor baleado na saída do "É Pra Já" precisa urgentemente de doações de sangue

06 novembro 2019 - 16h09Por Redação

Familiares e amigos do contador e servidor público, Thiago Costa Gonçalves (39 anos), estão promovendo uma campanha nas redes sociais para que pessoas possam doar sangue para ele. Thiago foi baleado no último dia (01), quando saía do "É Pra Já" onde trabalha em Araguaína. 

Os familiares pedem para que pessoas compareçam ao Hemocentro da cidade para doar sangue ao Thiago que permanece internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Araguaína (HRA).

Irmão

No dia seguinte à tentativa de homicídio, o irmão Diogo Bonfim, usou as redes sociais para falar sobre o estado de saúde de Thiago. Ele disse que a situação era bem delicada. "Ele perdeu muito sangue", disse Diogo afirmando que a equipe médica que atendeu ele na emergência teve que estancar a hemorragia e acrescentou: "O médico explicou que ele teve seis perfurações, uma atravessou o baço e o intestino grosso, também o estômago, teve que retirar parte do intestino e colocar uma bolsa de colostomia, perfurou os dois pulmões e foi colocado dreno, feito todo o procedimento de limpeza de restos de fezes que poderiam causar infecção, a pressão dele tá muito baixa". 

Diogo agradeceu a Deus e depois a todos os profissionais que atenderam o irmão desde os primeiros socorros até no hospital.

Entenda o Caso  

Thiago Bonfim, como é conhecido, foi baleado na noite do último dia (01), em Araguaína Norte do Estado. O crime aconteceu na Rua 10 do setor Dom Orione, próximo ao “É PRA JÁ” onde ele trabalha. Thiago é filho da promotora de eventos, Gilda Bonfim, que tem mais dois filhos.

Segundo informações da Polícia Militar, Thiago foi atingido por vários disparos, sendo que um deles acertou a região do tórax, um a boca e outro um dos ombros. Os agressores estavam em um veículo modelo Corolla de cor branca, um dos ocupantes desceu, se aproximou da vítima, efetuando os disparos. Thiago saiu correndo e se abrigou na casa de uma pessoa numa rua próxima. Os seus agressores retornaram para o Corolla e fugiram sem levar nada.

O servidor foi socorrido pelo Samu e levado em estado grave para o Regional.

A PM realizou buscas na tentativa de localizar os suspeitos mas ninguém foi sido preso. A ocorrência foi registrada e o caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

AO VIVO