Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
23ºmin
ARAGUAÍNA

Advogado sai em defesa de PM preso por furtar R$ 8 mil reais: "fato isolado!"

20 janeiro 2020 - 15h28Por Redação

O Subtenente do Batalhão de Polícia Militar Ambiental, preso na madrugada de sábado (18), em Araguaína no Norte do Estado, após furtar R$ 8 mil de um cidadão durante uma abordagem de rotina na TO-222, teve sua prisão em flagrante convertida em preventiva pela Justiça. A decisão ocorreu durante audiência de custódia e significa que agora ele permanecerá encarcerado por tempo indeterminado. 

Em nota no dia do episódio, a PM confirmou que o militar confessou o crime e o dinheiro foi encontrado às margens da rodovia próximo ao local da abordagem. Ainda em nota, a PM lamentou o episódio e classificou a conduta do militar como “inaceitável na instituição".

Com a prisão preventiva decretada, o caso agora será remetido ao Ministério Público do Tocantins (MPTO) e o policial ainda enfrentará um procedimento investigativo Militar.  

O Subtenente preso é Pedro Sérgio Timóteo de Oliveira. Ele ingressou na corporação há 27 anos. Conforme apurado, em 2001 ele foi exonerado da PM do Tocantins quando era presidente da Associação de Cabos e Soldados, por ser considerado um dos líderes da greve Geral da PM, mas recebeu anistia e foi reconduzido ao cargo quatro anos depois através de uma determinação do então governador, Marcelo Miranda (MDB).

A defesa 

O Portal O Norte procurou a defesa do policial que afirmou estar analisando os autos do processo para buscar medidas cabíveis em defesa do PM.  Sobre o caso, o advogado Fabrício Fernandes de Oliveira, disse tratar-se de um fato isolado: "Em quase três décadas de serviço prestado, o Subtenente Timótio manteve sua ficha limpa e sempre apresentou um comportamento excepcional. Não há nenhuma outra ação que desabone a sua conduta profissional". 

Ainda de acordo com o advogado a defesa deve ingressar com um pedido de relaxamento de prisão ou de liberdade provisória ao seu cliente.

O Subtenente permanece detido em uma cela no 2º Batalhão de Polícia Militar (BPM) em Araguaína à disposição da Justiça. 

AO VIVO