Menu
Busca sábado, 31 de julho de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
18ºmin
COVA RASA

Corpo de homem enterrado em praia da capital é identificado pela polícia

29 junho 2021 - 18h59

Por meio do confronto de impressões digitais, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), identificou um corpo encontrado em cova rasa em uma praia da capital no último sábado, 19. O trabalho de identificação é realizado pelo Instituto de Identificação, em parceria com o Instituto Médico Legal (IML), órgãos vinculados à Superintendência da Polícia Científica, da Secretaria da Segurança Pública (SSP-TO).  O corpo é de um homem, identificado como J.B.A, de 32 anos, natural de Almas, que foi reclamado e liberado aos familiares.

A identificação foi realizada por meio do método de destacamento das luvas epidérmicas. O corpo se encontrava em estado avançado de decomposição. A papiloscopista responsável pelo exame necropapiloscópico, Maurícia Simas Queiroz Costa, aponta a eficácia do método empregado para a coleta das impressões digitais e afirma a importância social deste trabalho. 

O papiloscopista que também participou do trabalho de identificação, Ricardo Rocha Gomes, informou que as impressões foram lançadas no sistema AFIS (Sistema Automatizado de Impressões Digitais) como protocolo de rotina realizado para todos os cadáveres ignorados.O Laudo Necropapiloscópico foi encaminhado para a 4ª Delegacia de Polícia de Palmas  para procedimentos cabíveis.

AFIS

O AFIS é um sistema da Polícia Federal (PF), disponibilizado à Diretoria de Papiloscopia devido ao Acordo de Cooperação Técnica, que tem trazido excelentes resultados quanto à descoberta de autorias delitivas e identidades ignoradas, pois contém um banco de dados com impressões digitais de todo o Brasil. No acordo a Diretoria tem inserido as impressões dos casos criminais do Estado do Tocantins, bem como de todos aqueles identificados criminalmente. 

AO VIVO