Menu
Busca segunda, 23 de novembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
30ºmax
22ºmin
PALMAS

Polícia Civil conclui inquérito sobre a morte de Paulo Sérgio

23 agosto 2011 - 11h15

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Investigações Criminais Complexas - Deic, esclareceu o crime ocorrido no dia 13 de julho do corrente ano em Palmas, praticado contra o Assistente Social Paulo Sérgio Porto.

Segundo o Delegado da Deic, que presidiu o inquérito, Dr. Márcio Girotto os autores são Osmar Flauzino dos Santos Neto e Nathanael Anderson de Souza Silva Fernandes. O crime ocorreu no dia 13 de Julho tendo a vítima desaparecido por volta das 19h00 da noite tendo seu corpo sido encontrado por populares, por volta das 7:00h da manhã do dia seguinte às margens da To 010, sentido Palmas-Miracema.

A equipe responsável pelas investigações apurou que após a morte de Paulo Sergio inúmeros saques estavam ocorrendo na conta da vítima. De posse dessas informações foi montada uma campana no dia 02 de Agosto no intuito de prender em flagrante o responsável ou os responsáveis por efetuar as retiradas bancárias. A operação obteve sucesso, já que os agentes policiais prenderam em flagrante Osmar com o cartão da vítima, no entanto, mesmo diante dos fatos o acusado alegou que não conhecia a vítima e que havia comprado o cartão por 500 reais em uma boca de fumo.

Dando continuidade às investigações, a equipe da DEIC apurou que o primeiro saque foi efetuado no dia 13 às 19h40, por uma pessoa com características físicas diferentes das de Osmar, o primeiro acusado, e também da vítima. Pelas pesquisas realizadas nos bancos de dados da Polícia chegou-se a um segundo suspeito e após a realização do confronto papiloscópicos de suspeitos com as impressões digitais colhidas no veículo, que havia sido abandonado em Palmas, constatou-se que as mesmas pertenciam a Nathanael Fernandes.

Em ato contínuo, o delegado Márcio Girotto, representou pela prisão temporária dos acusados, Busca e Apreensão nas residências dos mesmos e de Cessão das imagens do Circuito Interno das agências do Banco do Brasil , onde os saques foram efetuados.

Na DEIC, onde foi devidamente interrogado, Nathanael confessou que sacou dinheiro da conta da vítima a mando de seu comparsa Osmar. Procedeu-se então uma acareação entre os dois acusados, momento em que Osmar voltou atrás em seu depoimento anterior alegando, desta feita, que adquirira o cartão bancário de Nathanael.

Apesar das tentativas repetidas de negação da autoria do crime e de afirmarem veementemente que não tinham qualquer contato ou mesmo conheciam a vítima, testemunham ouvidas haviam informado à policia que tinham visto a vítima na companhia de Osmar e que ele e Nathanael eram garotos de programa.

Mesmo sem a colaboração dos acusados a polícia judiciária apurou que ambos tiveram que extorquir a vítima para conseguir a senha e, que após a confirmação, mediante saque, de que a mesma era verdadeira, Osmar e Nathanael deram cabo de Paulo Sérgio que teve morte por traumatismo craniano, seguido de estrangulamento.

Com base nas evidências Osmar e Nathanael estão sendo acusados por latrocínio (roubo seguido de morte) e encontram-se recolhidos a CPPP Casa de Prisão Provisória de Palmas, onde aguardam julgamento.(Ascom/ SSP)

AO VIVO