Menu
Busca sábado, 21 de setembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
38ºmax
23ºmin
ToledoFibra
ENTREVISTA EXCLUSIVA

Empresária fica frente a frente com assaltante que roubou seu carro com filha dentro

29 junho 2019 - 12h51

achei que ira morrer”, foi assim que começou o relato da empresária Nara Ferraz (36 anos), em entrevista exclusiva ao Portal O Norte, onde ela contou detalhes do momento de terror que passou nesta sexta-feira (28), em Araguaína, quando teve o carro roubado com a filha de apenas 2 anos dentro.

Mãe de três filhos, Nara disse que tudo aconteceu quando ela foi deixar um dos filhos na escola em que ele estuda pra participar de uma “Noite do Pijama”.

Além da babá, Elisângela Correia (30 anos), ela estava acompanhada dos três filhos. “Desci do carro com meus dois meninos pra levar o colchão e outras coisas pra dentro da escola e pedi pra Elisângela ficar no carro com minha filha”. Nara disse que percebeu a presença do suspeito na esquina: “Achei esse rapaz estranho, mas tinha outros pais na porta e só pedi para ela travar o carro por dentro, testei a porta do passageiro e vi que estava trancada mas a do motorista não travou”.

1 Hora de Aflição

Logo que Nara entrou na escola com os dois filhos de 8 e 11 anos, o criminoso se aproximou do carro e entrou pela porta do motorista, anunciou o assalto e mandou a babá ficar quieta.

Estava subindo as escadas quando ouvi vários gritos e voltei, foi quando começou meu desespero ao descobrir que o bandido tinha levado o carro com minha filha dentro”. Elisângela contou para a patroa que mesmo assustada conseguiu abrir o vidro do carro e saiu do veículo: “Mas na hora que ela ia pegar a menina o assaltante arrancou em alta velocidade”, disse destacando que a polícia foi imediatamente acionada.

A aflição durou cerca de 1 hora: “Já passei por muita coisa nessa vida mas essa foi a pior prova. Me sentia impotente, senti a dor da morte, não desejo isso pra ninguém. Meus dois filhos e eu ajoelhamos no chão, levantamos as mãos e clamamos a Deus por socorro e Ele ouviu nosso clamor, nossa suplica e nos ajudou”.

Nara contou à nossa reportagem que soube através da polícia que em depoimento, o autor do assalto disse que a menina estava chorando muito e decidiu tirá-la do carro quando lembrou dos seus filhos. “Tenho certeza que era Deus tocando no coração dele”.

O assaltante deixou a criança em um lote baldio na Rua 2 do setor Rodoviário, pouco antes de se envolver em um acidente na Avenida José de Brito quando atingiu outros dois veículos momento em que uma motorista ficou ferida. Adeilson Araújo (20 anos), tentou fugir à pé mas foi cercado e preso logo depois quando tentava se esconder em um lote baldio próximo ao local do acidente. 

Já a pequena Maynara Marcela foi encontrada por um casal, chorando e sozinha: “Graças a Deus ela estava sã e salva e as pessoas que encontraram ela acionaram a polícia ”, disse a mãe.

O Reeencontro

A menina foi finalmente entregue à mãe na escola. Aliviada e aos prantos Nara Ferraz recebeu a filha nos braços. "Encontrar ela novamente foi como se tivessem me devolvido a minha metade. Foi a melhor sensação de amor que uma mãe pode ter. Eu só queria tocar nela, sentir ela, me chamando de mamãe, abraçar e realmente contemplar que naquele momento tudo estava bem."

Frente a Frente

Nara foi até o Instituto Médico Legal (IML) da cidade onde encontrou o assaltante preso ainda dentro da viatura. “Não pensei duas vezes, fui até o carro coloquei a cabeça por dentro do vidro e falei pra ele: “Eu te libero o perdão pelo que você fez. Você está perdoado em nome de Jesus!”.

Gratidão

Nara Ferraz agradeceu o apoio que recebeu dos pais e profissionais na escola bem como a Polícia Militar. "Todos se mobilizaram. Foi rápido graças a todos e a polícia de Araguaína que agiu rapidamente. Minha gratidão a todos".

Finalizando a entrevista, a empresária disse que a experiência trouxe uma grande lição: Em meio a tribulação e desespero eu pude ensinar meus filhos que o servo fiel sempre terá a vitória. Que a pessoa que serve a Deus em espírito e em verdade, que dedica sua vida a Deus pode até passar por aflições, mas Deus nos guarda e nos protege. Ontem eu ensinava isso a eles em prantos, eu gritava e eu tenho certeza que eles nunca mais vão se esquecer disso. Que Deus existe, que ele é bom e ele nos ajuda”, disse Nara ainda abalada com tudo o que aconteceu.

Ao Vivo