Menu
Busca sexta, 22 de novembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
Assembleia Legislativa - Novembro

Após pedido de vistas, decisão sobre a cassação de Marcelo fica para depois das eleições

02 outubro 2010 - 12h44

O candidato Marcelo Miranda continuará concorrendo ás eleições de 2010 para o Senado Federal. A decisão foi motivada pelo adiamento do pedido de cassação do registro do candidato. A corte dos ministros do TSE se reuniu nessa sexta-feira, 1º, começaram a julgar o caso, porém resolveram adiar para a próxima terça-feira, 5, após as eleições o julgamento da ação.

O pedido de vista para o adiamento foi feito pelo ministro Arnaldo Versiani sob a justificativa de mais profundamente o caso, que se assemelha ao do também governador cassado do Maranhão Jackson Lago (PDT), que, nessa quinta-feira, 30, conseguiu a aprovação de seu registro de candidatura, por ter sido alvo de um Recurso Contra Expedição de Diploma (Rced) e não por uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije). De acordo com o TSE, o Rced não culmina em inelegibilidade.

O ex-governador do Tocantins Marcelo Miranda teve sua candidatura aprovada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Contudo o Ministério Público Eleitoral pediu a cassação do registro de Marcelo, tendo em vista que o candidato teve seu mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 2009 através de um recurso do MPE do Tocantins, na Lei da Ficha Limpa. (Com informações do site do TSE)

AO VIVO