Menu
Busca quarta, 08 de dezembro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
30ºmax
23ºmin
COLUNA

Vitrine Cultural

por Dágila Sabóia
TRAJETÓRIA

Documentário “Marcelo 70” eterniza a vida e obra de gestor cultural e artista do Tocantins

22 outubro 2021 - 08h39

Nesta sexta-feira, 22, completaria 70 anos de vida o diretor teatral, produtor cultural, professor e gestor cultural Marcelo Jósio Bezerra de Souza, mais conhecido como Marcelo Souza. A data coincide também com o dia de seu falecimento e marca o desenvolvimento de um trabalho especialmente dedicado à trajetória artística dele, o documentário Marcelo 70.

A produção audiovisual é uma iniciativa do filho de Marcelo Souza, Gabriel Deeaz, que assim como o pai segue carreira cultural no campo da produção, das artes cênicas e do audiovisual. A produção e gravação do documentário “Marcelo 70” se iniciou nos últimos dois meses e o objetivo é eternizar a vida e obra de Marcelo Souza, especialmente a sua passagem pelo Tocantins, estado que o acolheu e se tornou sua casa a partir de 2003 até o final de sua vida, ano de 2016.

Segundo Gabriel, o documentário registrará uma história que toca, direta ou indiretamente, a vida de diversos atores e atrizes, bailarinos e bailarinas, cantores e cantoras, musicistas, técnicos, alunos, alunas, trabalhadores do turismo, da alimentação e do público tocantinense. “O filme mostra essa figura singular que nasceu e faleceu no mesmo dia, com uma vida dedicada ao crescimento e valorização da cultura popular nacional”, disse Gabriel.

Ainda segundo ele, o projeto é um documentário que não só celebrará a vida deste profissional que tanto contribuiu com a cultura local, mas principalmente investigará e contará uma parte importante de sua trajetória: a passagem pelo antigo Norte do estado de Goiás para oficinas teatrais, a direção de espetáculos teatrais e musicais que foram sucesso de público, passando pelas salas de aula até as gestões culturais tanto da cidade de Palmas quanto do Estado do Tocantins.

Entre os principais trabalhos realizados por Marcelo Souza foram os dois Festivais de Inverno de Taquaruçu, o projeto Noites Tocantinenses, a direção dos espetáculos “Anel de Magalão”, “Trupe Atrupelo: Atrupelando os Brasis”, “Tocantins Uma Construção Permanente” e “A vida como ela é... No cordel!”, dentre outros. O documentário traz ainda depoimentos de figuras importantes do cenário cultural e político, amigos e conhecidos, que darão seus testemunhos na busca de conhecer quem era essa importante pessoa da cultura tocantinense.

Realização

O projeto é uma realização da Quiron Produção e Cultura, com a produção audiovisual da Cortexlúdico. O projeto foi contemplado pelo Prêmio Aldir Blanc, promovido através da do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (ADETUC) - Governo do Estado do Tocantins e Fundo Nacional de Cultura - Governo Federal.

 

AO VIVO