Menu
Busca quinta, 14 de novembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
34ºmax
24ºmin

Kátia Abreu lança em Campo Grande o Congresso Internacional da carne

27 novembro 2010 - 17h35

A senadora e também presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Kátia Abreu, lançou ontem na (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) Famasul, o Congresso Internacional da Carne, que acontecerá em Campo Grande nos dias oito e nove de junho de 2011. O Congresso já foi realizado em Roma e acontece pela primeira vez no Brasil.

Com o tema "MS Agro - Desafios estratégicos para competitividade do agronegócio do MS", a senadora falou por aproximadamente uma hora. "Espero que este evento tenha uma repercussão nacional para mostrar, não só os interesses da pecuária, mas também da sociedade, nas questões de saúde e nutrição. Para mostrar o quanto a criança precisa da proteína da carne para se desenvolver e para crescer e ter uma vida saudável. Não é só a questão econômica em si", destaca Kátia.

Kátia destacou também os assuntos mais importantes para o ano que vem. "Dentre tantos, nossa batalha nesse momento é a busca do novo modelo de política agrícola para o País, para que garanta renda aos agricultores brasileiros", diz a senadora ao ressaltar ainda que não adianta elaborar uma lei ambientalista maravilhosa se a classe está cada dia mais empobrecida e sem renda. "Não é justo que, com tanta competência e eficiência, possamos continuar da forma que estamos. Já gastamos um milhão e meio de reais para que possamos compreender de fato o nível de renda das atividades agro-pecuária brasileira e onde estão essas diferenças. Onde estão aqueles mais estabilizados, onde está a classe média brasileira, onde estão os pequenos agricultores. Nós já temos números claros para demonstrar esses dados".

Será realizado em fevereiro de 2011, um grande seminário em Brasília, para expor esses dados. Durante o evento Kátia adiantou alguns dados. "Dos cinco milhões dos estabelecimentos rurais que existem no Brasil, 4.2%, que representam 250 mil, estão produzindo 70% do valor bruto da produção. Esse número me chocou, eu não esperava que fosse tão pequeno", alertou.

Kátia Abreu segue para Bonito onde receberá de sexta-feira a domingo, os presidentes de federações estaduais e superintendentes do Senar de todo o País para o Encontro de Dirigentes do Sistema CNA/Senar para traçar os direcionamentos das entidades e da formação oferecida pelo Senar para o ano que vem. (Com informações da assessoria de imprensa)

 

AO VIVO